Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

UFC 254: No limite, Khabib bate peso e defenderá cinturão dos leves

Russo e Justin Gaethje  bateram peso para suas respectivas lutas; Alex Cowboy ficou acima do peso-limite

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Twitter UFC Brasil

Na madrugada desta sexta-feira (23) rolou a pesagem do UFC 254, na ‘Ilha da Luta’ em Abu Dhabi. A luta principal,  entre Khabib Nurmagomedov e Justin Gaethje, foi confirmada mas não sem algum drama na hora de conferir os pesos

Khabib foi o primeiro a se pesar e teve que sofrer um pouco para bater os 70,3kg de limite da divisão peso-leve, da qual é o campeão linear. O russo precisou tirar a roupa e acionar a toalha para poder chegar ao número que lhe permitiria defender seu cinturão sem maiores problemas. Assim que bateu o peso, ‘The Eagle’, que no passado teve problemas em bater o peso para lutas, não escondeu o alívio e colocou as mãos em seu rosto.

Campeão interino da divisão, Justin Gaethje também foi no limite para bater os 70,3kg e confirmar o main event deste sábado (24). Mas, ao contrário do rival, sem exibir um semblante de sofrimento ao subir na balança. E na encarada, nada de animosidade entre os dois lutadores.

Alex Cowboy e espanhol ficam acima do peso
9
Mas a pesagem do UFC 254 não ficou sem seus problemas. O brasileiro Alex Cowboy ficou 900g acima do peso-limite para a luta que fará contra Shavkat Rakhmonov. Cowboy bateu em 78,5kg, contra os 77,6kg (limite da divisão dos meio-médio) do rival que, segundo o Combate, receberá 20% do dinheiro da bolsa do rival.

O espanhol Joel Alvarez foi outro também a fica acima do peso. O peso-leve bateu 72,3kg, 1,4kg acima do limite da divisão. O lutador será multado em 30% da bolsa, que será revertida para o adversário, Alexander Yakovlev.

LEIA MAIS

Dana White recusa luta entre McGregor x Poirier nos meio-médios