Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

UFC Fight Island 5: Brasileiros conquistam apenas uma vitória; confira os resultados

UFC Fight Island 5 foi realizado neste sábado (10) na Ilha da Luta, em Abu Dhabi

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook UFC Brasil

A ‘Ilha da Luta’ recebeu neste sábado o UFC Fight Island 5, mais um evento do Ultimate em Abu Dhabi (EAU). O Brasil esteve presente na luta principal, disputada entre Marlon Moraes e o americano Cory Sandhagen.

A luta foi equilibrada no primeiro round, com o brasileiro conseguindo pressionar o americano. Mas no segundo round, em seus minutos iniciais, um chute rodado de Sandhagen nocauteou o brasileiro e lhe deu a vitória.

No co main-event, Edson Barboza encarou o finlandês Makwan Amirkhani e teve melhor sorte do que Marlon. O brasileiro conseguiu dominar a luta e conduzir o ritmo para, ao final, conquistar a vitória na decisão dos juízes e interromper uma série de três tropeços.

A noite do UFC na ‘Ilha da Luta’ foi bem movimentada e ainda teve um nocautaço do americano Joaquin Buckley. Na luta conta Impa Kasanganay, o lutador aproveitou o fato do rival ter lhe catado a perna na hora do chute e aplicou um belíssimo chute que apagou o rival.

O Brasil ainda teve mais três representantes no evento, mas nenhum saiu com a vitória. Markus Maluko foi nocauteado pelo estreante sul-africano Dricus du Plessis. Rodrigo Zé Colmeia foi nocauteado por Chris Daukaus e Bruno Bulldoguinho caiu na decisão dos juízes para Tagir Ulanbekov.

Resultados UFC Fight Island 5 – Moraes x Sandhagen

Card principal

Cory Sandhagen (EUA) venceu Marlon Moraes (BRA) por nocaute técnico (segundo round, 1:03)

Edson Barboza (BRA) venceu Makwan Amirkhani (FIN) por decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27 e 29-28)

Marcin Tybura (POL) venceu Ben Rothwell (EUA) por decisão unânime dos juízes (triplo 29-27)

Dricus du Plessis (AFS) venceu Markus Maluko (BRA) por nocaute (primeiro round, 3:22)

Tom Aspinall (ING) venceu Alain Baudot (FRA) por nocaute técnico (primeiro round, 1:35)

Ilia Topuria (GEO) venceu Youssef Zalal (MAR)  por decisão unânime dos juízes (triplo 29-28)

Card preliminar

Tom Breese (GBR) venceu KB Bhullar  (CAN) por nocaute técnico (primeiro round, 1:42)

Chris Daukaus (EUA) venceu Rodrigo Zé Colmeia (BRA) por nocaute (primeiro round, 0:45)

Joaquin Buckley (EUA) venceu Impa Kasanganay  (EUA) por nocaute (segundo round, 2:03)

Tony Kelley (EUA) venceu Ali AlQaisi (JOR) por decisão unânime dos juízes (30-27 e duplo 29-28 )

Giga Chikadze (GEO) venceu Omar Morales (VEN) por decisão unânime dos juízes (triplo 30-27)

Tracy Cortez (EUA) venceu Stephanie Egger (SUI) por decisão unânime dos juízes (triplo 30-27)

Tagir Ulanbekov (RUS) venceu Bruno Bulldoguinho (BRA) por decisão unânime dos juízes (30-27 e duplo 29-28 )

LEIA MAIS

Jon Jones revela verdade sobre um das histórias mais infames do MMA; entenda

(Crédito da foto: Divulgação/Facebook UFC Brasil)