Após meses sem notícias, Zanardi apresenta melhora e é transferido de hospital

Zanardi vai para hospital em Pádua com melhora no quadro clinico

Carlos Lemes Jr
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial

Dois meses sem notícias. Esse foi o tempo que os fãs de automobilismo ficaram sem novidades de Alessandro Zanardi. O ex-piloto italiano foi transferido do Hospital San Raffaele de Milão para um outro centro médico na cidade de Pádua.

“O Hospital San Raffaele informa que hoje (21 de novembro, último sábado), Zanardi foi transferido para o hospital de Pádua. O paciente alcançou uma condição física e neurológica de estabilidade que permite a transferência a um centro médico que conta com todas as especialidades clínicas necessárias e presença da família”, disse o comunicado divulgado neste sábado.

Zanardi deu entrada no San Raffaele em condições gravíssimas, no último dia 24 de julho, após sofrer um grave acidente, durante uma prova de handbike. Foram necessárias várias cirurgias para a reconstrução de partes do crânio e da face. Além disso, o italiano passou boa parte do tempo sedado na UTI.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

O acidente

O italiano sofreu um grave acidente, enquanto  participava de uma competição de revezamento de bicicletas de mão, bicicletas ou cadeiras de rodas olímpicas. Os participantes realizavam deslocamento entre duas etapas e passavam pelo km 146 da estrada entre as cidades italianas de Pienza e San Quirico d’Orci quando o incidente aconteceu.

Carreira

Depois de passagem apagada pela F1, por Lotus e Williams,  Zanardi foi bicampeão na Fórmula CART pela Chip Ganassi em 1997 e 1998. Foi nessa mesma categoria que sofreu o grave acidente, em 2001, perdendo as duas pernas.

Após o fato, Zanardi passou a investir no esporte paralímpico conquistando duas medalhas de ouro na bicicleta de mão. As medalhas vieram nos Jogos Olímpicos de Londres (2012) e Rio de Janeiro (2016).

LEIA MAIS

Sergio Sette Câmara é confirmado na Fórmula E em 2021

Médicos dizem que Zanardi tem “sinais de interação”