Em duelo pela liderança da divisão, os Colts levam a melhor contra os Titans

Com uma ótima atuação do running back Nyheim Hines, os Colts vencem o rival no Tennessee e assumem a liderança da AFC Sul

Érica Barros
Colaborador do Torcedores

Crédito: Nyheim Hines comemora seu primeiro touchdown do jogo, no primeiro quarto (AP Photo/Ben Margot)

O Thursday Night Football da semana 10 da temporada 2020 da NFL foi o duelo divisional entre Tennessee Titans e Indianapolis Colts, valendo a liderança da AFC Sul. Quem saiu vencedor foi o time de Indianapolis com um placar de 34 a 17. Comandado pelo quarterback Philip Rivers, uma das melhores defesas da liga e uma ótima atuação do running back Nyheim Hines, Indy termina a semana na liderança da divisão com seis vitórias e três derrotas. Em seguida vem os Titans (6-3), Texans (2-6) e Jaguars (1-7).

O Jogo

Os Titans saíram na frente com passe do quarterback Ryan Tannehill para o RB D’Onta Foreman logo no primeiro drive do jogo. Antes do fim do primeiro quarto, o kicker Rodrigo Blankenship acertou um field goal de 24 jardas. Então, Stephen Gostkowski respondeu com um de 50.

No segundo quarto, os Colts marcaram seu primeiro touchdown do jogo com passe de Rivers para Hines. Logo depois, os Titans responderam com um touchdown corrido do tight end Jonnu Smith e não pontuaram mais no jogo. Com um segundo no cronômetro, os Colts diminuíram o placar com um FG de 43 jardas. Tennessee terminou o primeiro tempo vencendo por 13-17. 

A segunda metade do jogo foi um monólogo do time visitante. Logo no início, os Colts viraram o jogo com mais um passe de Philip Rivers para Hines após Indianapolis começar a campanha em uma ótima posição de campo. O culpado foi o punter Trevor Daniel chutou um punt de 17 jardas – o mais curto até agora entre todos na temporada. 

Recém promovido do practice squad, Daniel ainda teve um punt bloqueado e retornado para touchdown. Terminando a noite de terror do special teams dos Titans, Gostkowski errou um chute de 44 jardas. O kicker está em sua pior temporada de sua carreira em porcentagem de aproveitamento em field goals, com 61,1%. Logo depois, no último quarto do jogo, Indianapolis ainda marcou mais um touchdown, utilizando seu QB2 Jacoby Brissett. Então, o jogo terminou com o placar final de 34-17.

O Fator Derrick Henry

O Tennessee Titans perdeu três dos últimos quatro jogos, após começar a temporada com cinco vitórias seguidas. Mesmo que tenha corrido para mais de 100 jardas, Derrick Henry não foi o suficiente para levar o ataque do time da casa para a vitória. Afinal, jogaram contra a melhor defesa da NFL em jardas cedidas e top 3 em jardas corridas, aéreas e pontos concedidos. Mesmo assim, Henry é o único jogador a ter mais de 100 jardas contra essa defesa dos Colts nos últimos 38 jogos, duas vezes.

O special teams dos Titans foi decisivo, para o lado negativo. A falha do punter Trevor Daniel deu uma ótima posição de campo para o touchdown da virada de Indianapolis. Bem como o punt bloqueado e o field goal errado por Gostkowski, que enterraram qualquer chance que o time ainda poderia ter no jogo. O kicker já errou oito chutes no último quarto em jogos nesta temporada. Ele tinha nove nas últimas três temporadas combinadas.

Presente de Aniversário

Philip Rivers ultrapassou o hall of famer Dan Marino na lista de quarterbacks com mais jardas aéreas da história. Assim, o veterano de 17 temporadas na liga soma 61.666 jardas em sua carreira. Entretanto, o destaque ficou com Nyheim Hines, que completou 24 anos na quinta-feira (12). O RB terminou o jogo com 12 corridas para 70 jardas, cinco recepções em seis tentativas para 45 jardas. Ele ainda marcou dois touchdowns – um pelo chão e um aéreo.

Os próximos adversários

Nenhum dos dois times tem vida fácil na semana 11. O próximo adversário do Indianapolis Colts é o Green Bay Packers em casa. Já o Tennessee Titans vai até Baltimore para jogar contra os Ravens. 

 

LEIA MAIS

O QUE ESPERAR DO TENNESSEE TITANS NA TEMPORADA DA NFL 2020?

PHILIP RIVERS ASSINA COM OS COLTS POR UMA TEMPORADA