Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Felipe Nasr busca dividir atenções entre Indy e IMSA para 2021

Felipe Nasr iria estrear na Indy em 2020 pela equipe Carlin

Carlos Lemes Jr
Colaborador do Torcedores.com.Jornalista formado, desde 2012, e no Torcedores, desde 2015. Matérias exclusivas pelo site publicadas nos portais IG, MSN e UOL.

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial

2021 pode ser um ano mais normal para Felipe Nasr. O piloto de Brasília espera poder dividir sua atenção para o IMSA (categoria de protótipos) e a Fórmula Indy. Na Indy, o brasileiro fará sua estreia.

“Eu ainda tenho essa curiosidade de fazer Indy e IMSA. Olhando para o calendário de 2021, a principio, terei menos datas conflitantes”, contou Nasr ao site da revista Racer.

Essa “dobradinha”, já era para ter acontecido para 2020: Felipe Nasr estava escalado para assumir um cockpit da Carlin na etapa de Saint Pettersburg, GP inaugural da Fórmula Indy. Mas, aí veio a pandemia.

“Quando veio a pandemia, a Carlin teve que reduzir o investimento e colocar só um carro na pista. Claro que fiquei desapontado, porque nós pilotos queremos oportunidades. Eu queria mostrar o que sou capaz de fazer”, explicou o piloto na mesma entrevista.

Se ainda espera afirmar sua carreira na Indy, Felipe tem um nome de respeito no IMSA: ele foi campeão da categoria em 2018, a bordo de um Cadillac DPi da equipe Action Express tendo como companheiro  Eric Curran. Esse título levou o brasileiro a participar das 24 Horas de Le Mans. Na tradicional prova, ele pilotou um Dallara-Gibson.

LEIA MAIS

GP da Arábia Saudita é confirmado no calendário da F1 para 2021