Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Flamengo tem briga interna com Diego Alves e formou “elenco fragmentado” sem Rafinha

Saída do lateral-direito e de Jorge Jesus, além de trocas internas, deixaram o elenco do Flamengo fora de sincronio fora de campo

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Alexandre Vidal /Flamengo

O Flamengo vive uma crise interna atualmente. O jornal ‘O Globo’ listou os problemas entre os jogadores, comissão técnica e diretoria rubro-negra. De acordo com a publicação, as mudanças no clube após as saídas de Jorge Jesus, seus auxiliares e do lateral Rafinha.

A apuração do jornal ressalta que o jovem lateral-direito era a peça para funcionar a sincronia do elenco entre os experientes, os mais jovens, os ‘evangélicos’ e os ‘pagodeiros’. Sem Rafinha, o elenco do Flamengo ficou mais “fragmentado”, de acordo com “O Globo”. “Não há racha no elenco. Longe disso. Só não existe a mesma harmonia. A mesma liga que levou às conquistas em 2019”, publicou o jornal.

Com as mudanças no começo do ano, os atletas passaram a ter voz mais ativa na escolha dos profissionais contratado pelo Flamengo. Só que passou a ter indicações de profissionais, o que dificultou a harmonia interna entre preparadores, médicos, auxiliares, jogadores e diretorias.

“Enquanto Marcos Braz indicou Diego Paiva, seu fisioterapeuta pessoal, que nunca havia trabalhado em clubes, os jogadores receberam aval para ter o preparador físico Rafael Winick, professor particular de atletas como Diego Ribas, Filipe Luis e Rodrigo Caio”, afirmou a publicação sobre a crise no Flamengo.

Capitão do elenco, Diego Alves segue com problemas para acertar a renovação contratual com o clube. Entre os pedidos, o experiente goleiro não teria gostado da demissão do preparador Nielsen Elian, substituído por Wagner Miranda. Marcos Braz vetou o pedido do jogador.

VEJA TAMBÉM:

Maior torcida do Flamengo fala em tom de ameaça após eliminação: “Meia palavra basta”

Mercado da bola: Flamengo pede retorno de atacante após problemas ofensivos com Ceni

Comentarista diz que Palmeiras de 2020 parece o Flamengo de Jesus: “Muitas semelhanças”