Em última instância, Flamengo é absolvido pelo STJD e não será multado por atraso contra o Palmeiras

Flamengo escapou de punição por conta do fato que ocorreu no Allianz Parque

Bruno Romão
23 anos, estudante de Jornalismo, amante da escrita, natural de Campina Grande (PB) e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Alexandre Vidal / Flamengo

Nesta quinta (19), o Pleno do STJD julgou, em última instância, o atraso do Flamengo em jogo contra o Palmeiras. No duelo, o clube carioca demorou para entrar em campo e o início do jogo demorou 22 minutos além do previsto. Portanto, o Rubro-Negro foi enquadrado nos artigos 206 e 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, mas acabou, inicialmente, sendo absolvido.

Dessa forma, a sessão realizada de forma virtual manteve a decisão anterior. Por 5 a 4, a multa de R$ 22 mil não foi aplicada. Portanto, a maior parte dos auditores considerou que o Flamengo não poderia ser culpado pelos imbróglios que acompanharam o duelo. Minutos antes da bola rolar, havia uma situação de completa indefinição, já que existia o risco da partida ser suspensa.

“Cautelarmente o Flamengo foi até São Paulo e ao estádio e ficou aguardando a ordem de que a partida deveria se realizar e essa ordem só chegou 10 minutos antes. Não vejo como punir o Flamengo. Acompanho o relator”, afirmou Mauro Marcelo de Lima e Silva, um dos auditores que votou em não punir o Flamengo.

Apesar de vários desfalques, causados por um surto de Covid-19 no clube, o Rubro-Negro arrancou um empate fora de casa. Depois de Patrick de Paula abrir o placar, Pedro balançou as redes logo em seguida, garantindo que o time voltasse para o Rio de Janeiro com um ponto precioso na bagagem. Além disso, o embate fez com que nomes como Hugo Souza e Ramon ganhassem sequência na temporada.

LEIA MAIS