Tatiele Silveira: “A mulher treinadora já é uma realidade”

Tatiele Silveira foi campeã brasileira em 2019 pela Ferroviária

Carlos Lemes Jr
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Ferroviária

Do alto de seus 40 anos, a gaúcha Tatiele Silveira é um dos grandes nomes, quando o assunto são treinadores no futebol feminino.

“O meu desejo é que, cada vez mais, o número de mulheres técnicas, aumente. Esse ano, só tem eu e a Patricia Silveira no Grêmio. Temos que conquistar essa oportunidade, porque hoje, a mulher treinadora já é uma realidade”, defende Tatiele em entrevista ao canal Vamo Pro Jogo.

“Temos muitas mulheres chegando (para ser treinadora). A CBF tem ajudado com bolsas e cursos. Era uma briga muito antiga. Mas, ainda o valor que dão para nós é diferente, em relação aos homens.”, continua.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

A técnica levou a Ferroviária de Araraquara ao título do Campeonato Brasileiro Feminino de 2019. Na atual edição, a equipe do interior de São Paulo parou nas quartas de final para o Palmeiras. No Campeonato Paulista, a “ferrinha” enfrenta o Taubaté nas quartas de final.

Com todo esse histórico, Tatiele Silveira pensa em até se aventurar no futebol masculino.

“Não recusaria um convite. Mas, não é uma coisa que eu pense para já. Meu foco está na Ferroviária”, explica.

Tatiele não pensa só no lado das treinadoras. Para ela, as atletas tem muito o que conquistar.

“As atletas tem que ter um salário maior para conseguir dar uma vida melhor para suas famílias. E que o futebol feminino conquiste mais repercussão. Já evoluímos nesse sentido. Contudo, dá para querer mais”, finaliza na mesma entrevista.

LEIA MAIS

Corinthians controla o jogo, aproveita a desorganização do Palmeiras e se garante na final do Brasileirão Feminino