Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

WSL divulga calendário para o campeonato de 2021

World Surf League anuncia mudanças para o próximo ano do tour

Thais May Carvalho
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Kelly Cestari/WSL

Com 2021 se aproximando, a WSL divulgou oficialmente o calendário com as etapas que farão parte do campeonato mundial. Como esperado, a entidade fez algumas mudanças nos locais de competição, incluindo ondas lendárias, como as esquerdas de G-Land, e retirando algumas etapas tradicionais, como a da França.

Além disso, a ordem de quando cada etapa será realizada também está bastante diferente de 2019 (lembrando que em 2020 o tour foi cancelado devido à pandemia da COVID-19). A maior alteração feita diz respeito à última competição do ano, que deixa de ser no Havaí e passa a ser realizada em Trestles, mas nós explicaremos isso em detalhes mais para frente. Confira a seguir o calendário previsto para o ano de 2021.

CALENDÁRIO WSL 2021

4 a 15 de Dezembro (2020) – Maui Pro presented by ROXY (Maui, Havaí) – OBS: etapa exclusiva para mulheres

8 a 20 de Dezembro (2020) – Billabong Pipe Masters presented by Hydro Flask (Oahu, Havaí) – OBS: etapa exclusiva para homens

19 a 28 de Janeiro – Sunset Open (Oahu, Havaí)

2 a 12 de Fevereiro – Santa Cruz Pro (Califórnia, EUA)

Sem data definida – MEO Pro Portugal (Peniche, Portugal)

1 a 11 de Abril – Rip Curl Pro Bells Beach (Victória, Austrália)

16 a 26 de Abril – Boost Mobile Margaret River Pro (Western Australia, Austrália)

3 a 13 de Maio – Corona Open Gold Coast presented by Billabong (Queensland, Austrália)

Sem data definida – Quiksilver Pro G-Land (East Java, Indonésia)

11 a 20 de Junho – Oi Rio Pro presented by Corona (Saquarema, Brasil)

25 de Junho a 9 de Julho – Corona Open J-Bay (Jeffreys Bay, África do Sul)

12 a 15 de Agosto – Surf Ranch Pro (Califórnia, EUA)

23 de Agosto a 2 de Setembro – Outerknown Tahiti Pro (Teahupo’o, Tahiti)

8 a 17 de Setembro – The WSL Finals (Califórnia, EUA)

FINAL EM TRESTLES

Como divulgado meses atrás, a WSL está fazendo uma grande mudança para as finais dos campeonatos masculino e feminino. Isso porque era tradição o título mundial ser decidido no Havaí (em Maui para as mulheres e em Oahu para os homens), mas, a partir de 2021, os campeões serão coroados em um evento especial nas ondas de Trestles, no sul da Califórnia.

Nesse novo formato, os 5 primeiros colocados entre os homens e as mulheres irão disputar uma final de um dia, na qual o vencedor será declarado o novo campeão do tour. Neste caso, o quinto ranqueado enfrentará o quarto, o vencedor deste confronto seguirá para enfrentar o terceiro, e assim por diante até chegar na final, que será contra o primeiro colocado do tour.

A novidade dividiu surfistas e fãs. Enquanto alguns se mostraram entusiasmados com as mudanças, outros acreditam que o formato é injusto e favorece alguns competidores. Apesar de ter seus prós e contras, essa parece ser uma tentativa da WSL de deixar o campeonato mais comerciável, fazendo do dia das finais uma espécie de Super Bowl do surfe, afinal, até então não era todo ano que o campeão mundial era decidido na última bateria em Pipeline, como aconteceu em 2019 com Gabriel Medina e Ítalo Ferreira, e assim a emoção está garantida até o último minuto.