Cruzeiro: Permanência de Manoel para 2021 ainda não está certa

Zagueiro tem contrato com a Raposa até junho de 2021; jogador pode não ficar se time conseguir acesso

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Washington Alves/Cruzeiro

O Cruzeiro ainda não sabe seu destino para 2021 mas terá que lidar com algumas situações em seu elenco para a próxima temporada. O zagueiro Manoel é uma dessas situações, com o contrato do jogador se encerrando em junho do próximo ano e ainda sem definição sobre o seu futuro.

O zagueiro tem sido um dos destaques da reação da Raposa na Série B sob o comando de Felipão, mas não há certeza se o jogador ficará na Toca em 2021. Já em janeiro, o atleta poderia assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe.

De acordo com o Globoesporte.com, Manoel só teria chances de ficar se o Cruzeiro conseguir o acesso para a Série A. Em caso do time mineiro ainda permanecer na Série B, por causa dos salários do jogador e ainda da complicada situação financeira do clube, são pequenas as chances de que o zagueiro permaneça. Como o zagueiro foi um dos que teve que se adequar ao novo teto salarial da equipe, ele e outros atletas terão que negociar novamente no próximo ano os salários.

No caso de uma permanência difícil, a Raposa tem a alternativa de negociar o jogador. Na avaliação do clube, Manoel ainda tem mercado e poderia gerar caixa que seria importante para o momento atual da equipe. De acordo com o Transfermarkt, o defensor tem valor de mercado estimado em 550 mil euros, bem longe dos cinco maiores valores de mercado do elenco cruzeirense.

Por ora, não existe qualquer negociação entre Cruzeiro e Manoel sobre o futuro do jogador na Toca da Raposa e nem conversas foram abertas entre os dois lados para tentar acertar uma renovação de contrato.

LEIA MAIS

Cruzeiro vê sequência contra rivais pelo G-4 no horizonte pela Série B

(Crédito da foto: Washington Alves/Cruzeiro)