Lembra dele? Campeão com a França em 98, Laurent Blanc acerta com clube do Qatar

Laurent Blanc assinou contrato com o Al-Rayyan até dezembro de 2021

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação /FIFA

O Al-Rayyan, do Qatar, anunciou nesta sexta-feira contratação do técnico Laurent Blanc, de 55 anos, que estava sem clube desde a saída do Paris-Saint Germain em 2016. O francês chega para suceder o recém-demitido Diego Aguirre, ex-treinador do Internacional, Atlético-MG e São Paulo.

Siga o Torcedores também no Instagram

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva

Além de Laurent Blanc, outros dois profissionais foram contratados para a comissão técnica: o auxiliar Angelo Castellazzi e o analista de desempenho Álvaro José Rodrigues. O novo comandante assinou contrato até dezembro de 2021. Ele, a princípio, é aguardado em Doha na primeira semana de janeiro.

A negociação não foi demorada. O francês virou a bola da vez depois das tratativas com Jorge Fossati, que rejeitou a oferta do sheik Abdulla Bin Hamad Al-Thani. Afinal, o treinador conquistou pelo Al-Rayyan a Liga do Qatar na temporada 2015/2016. Porém, ele deseja estar mais próximo da família. Atualmente, Fossati comanda o River Plate, do Uruguai.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

A carreira de Laurent Blanc

Laurent Blanc terá a primeira oportunidade fora do futebol europeu. O novo treinador do Al-Rayyan acumula passagens pelo Bordeaux e Paris Saint-Germain. Além disso, ele comandou a seleção francesa de 2010 a 2012. Nesse ínterim, o técnico conquistou quatro vezes o Campeonato Francês, duas Copas da França, quatro Taças da Liga Francesa e cinco Supercopa da França.

O francês é considerado um dos maiores zagueiros e líberos do futebol mundial. Como jogador, ele brilhou com as camisas do Montpellier, Napoli, Nimes, Saint-Étienne, Auxerre, Barcelona, Olympique de Marselha, Internazionale e Manchester United. Blanc jogou por 11 anos na seleção francesa, fazendo parte, como titular, das conquistas da Copa do Mundo de 1998 e Eurocopa de 2000. Ao todo, o defensor disputou 97 partidas e marcou 16 gols.

O camisa 5 teve atuação emblemática contra o Paraguai nas oitavas de final do Mundial. Por 114 minutos, o jogo ficou sem gols. Mas após muita pressão, aos 9 minutos do segundo tempo da prorrogação, Blanc marcou o heroico gol francês, que classificou a equipe para enfrentar a Itália. Foi o primeiro “gol de ouro” da história das copas.

O zagueiro, por outro lado, também é lembrado pela expulsão na semifinal contra a Croácia. Ele fazia boa atuação até acertar um tapa na cara de Simic. Foi, portanto, o único desfalque da França na final contra o Brasil. Porém, a equipe nãos sentiu sua falta e atropelou a seleção canarinho por 3 a 0 ficando com o título mundial.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

LEIA MAIS:

Exigente, Reinaldo Rueda quer salário milionário e contrato longo para assumir seleção colombiana

Benfica faz contraproposta e Lucas Veríssimo está perto de deixar o Santos

Jornal: Benfica descarta Diego Alves, mas tem interesse em goleiro que joga a Série B do Brasileiro