Head coach do Rams, Sean McVay confesso que Aaron Donald não estava 100% fisicamente contra o Packers

Apesar de estar em campo, head coach do Los Angeles Rams destacou que Aaron Donald tinha problema físico por conta da partida contra o Seattle Seahawks

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

Na divisional round (espécie de semifinal de conferência) da National Football League (NFL), Los Angeles Rams e Green Bay Packers jogaram no dia 16 de janeiro. A peleja, válida pelos playoffs da National Football Conference (NFC), teve placar dilatado: 32×18 para os cheeseheads. Muito se falou sobre a forma de Aaron Donald na partida. O defensive tackle dos californianos foi defendido por Sean McVay, head coach da franquia. Mais do que isso, por sinal.

Em entrevista coletiva, Sean McVay confessou que o atleta não estava fisicamente perfeito. Apesar disso, entretanto, ele “foi para o sacrifício” para ajudar a equipe. “Infelizmente ele não estava 100%. Mas seu comprometimento, a liderança que ele tem, as expectativas e os padrões… ele realmente quer fazer a diferença toda semana. Em algumas instâncias ele sente que pode contribuir. Por isso que eu acho que estava chateado. Mas eu o amo e sou muito grato por trabalhar com jogadores como ele”, destacou o head coach.

Na peleja anterior do Rams, já nos playoffs, contra o Seattle Seahawks, Aaron Donald caiu com força no gramado ao tentar um sack ante Russell Wilson, quarterback adversário. Ele ficou momentos fora da partida, mas conseguiu voltar. Especula-se que tal situação tenha tirado a perfeição física de Aaron Donald da partida contra o Packers.

Elogio

Após a confissão sobre Aaron Donald, Sean McVay deixou claro o quanto é fã do comandado. “Ele fez tudo o que estava a seu alcance para estar com seus companheiros de time. Esse cara é o epítome de um guerreiro. Eu o amo. O plano era ver como ele se sentia. Ele sempre teve essa facilidade de falar com a gente sobre sua condição. Sobre a quantidade de snaps, existem muitas coisas acontecendo durante o confronto que precisamos nos atentar”, finalizou, falando sobre a pouca participação do atleta na peleja decisiva.