Brasileirão na TV: Rebaixamentos e acessos podem dar prejuízo à Warner e favorecerem a Globo; entenda

Emissora norte-americana pode contar com mais um clube na Série A, mas tem três lutando para não cair

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Arte/Torcedores

A Warner Media, que comanda a TNT Sports (antigo Esporte Interativo), já se preocupa com a edição de 2021 do Brasileirão e tenta vender seus pacotes publicitários ao mercado o mais rápido possível para não levar prejuízo, conforme publicou o UOL Esporte vê TV nesta quarta-feira (27).

Isso porque, atualmente, a TNT Sports consegue transmitir um jogo do Brasileirão por rodada com os seis clubes que tem contrato, totalizando os direitos de 42 confrontos da competição. O problema é que três dos seus seis times estão na luta contra o rebaixamento. São eles o Fortaleza (16º), Bahia (17º) e Coritiba (19º), o último com rebaixamento encaminhado.

O alento à TNT Sports é que o Juventude, que tem contrato já assinado, é o favorito a ficar com a quarta vaga para a Série A do ano que vem, o que poderia aumentar o número de jogos da emissora. O problema é que, caso dois times com contrato caiam, restariam apenas cinco no Brasileirão, o que não garantiria um jogo por rodada. Segundo o UOL, isso seria motivo para um prejuízo considerável ao grupo norte-americano, que tenta negociar seus pacotes de publicidade.

Cuiabá

Ainda segundo o UOL, havia a possibilidade do Cuiabá fechar com a Warner para o ano que vem. A equipe do Mato Grosso fará sua estreia na elite, mas não aceitou a proposta do grupo e deve fechar com a Globo, que de pronto já aumentaria seu número de equipes com pacote completo para o Brasileirão 2021. O pacote completo seriam clubes que venderam direitos de TV aberta (Globo), TV fechada (SporTV) e pay-per-view (Premiere).

A Warner agora torce para que ao menos dois de seus três clubes não caiam e para que o Juventude garanta o acesso para 2021.