Cruzeiro é alvo de ação dos Correios por dívida de R$ 163 mil

Estatal cobra dívida de prestação de serviços á Raposa; partes celebraram acordo em abril de 2020, com apenas uma parcela paga

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Site Oficial do Cruzeiro

O Cruzeiro volta a ficar na mira da Justiça por conta de dívidas. Segundo o Globoesporte.com, a Raposa é alvo de uma ação nos Correios por uma dívida que a Raposa mantém com a empresa estatal em torno de R$ 163 mil.

A Ação Monitória cobra exatos R$ 163.154,24 e seria relacionado a um contrato com entre clube e a empresa para prestação de serviços, que não foi quitado pelo clube. Deste contrato em si, a dívida gira algo em torno de R$ 176.890,37.

Na alegação dos Correios, a estatal e o Cruzeiro fizeram um acordo em abril de 2020 para quitar a dívida de forma parcelada. Seriam seis prestações de R$ 31.607,19 cada, mas a empresa alega que o clube pagou apenas uma destas parcelas. A ação também indica, além das parcelas não pagas de tal acordo, também três das  faturas do acordo de  prestação de serviços também não apareceram quitadas.

Torcedor leitor tem descontos exclusivos no Clude!

Estes valores somam R$ 137,59. Os valores da dívida tiveram acréscimo de multa de 2% e será apenas atualizado assim que o clube fizer o pagamento. Houve nova tentativa de acordo para que a Raposa e os Correios entrassem em acordo para tais pagamentos, mas sem obter sucesso.

O Departamento Jurídico do clube afirmou que tem ciência da ação dos Correios e que esta vem sendo monitorada além de outras ações contra o clube, que serão resolvidas conforme o tempo. Durante 2020, as dívidas da Raposa chegaram a ultrapassar R$ 1 bilhão.

 

 

Seu time maltrata seu coração? 

Deixa que o Clude cuida dele para você!

(Crédito da foto : Divulgação/Site Oficial do Cruzeiro)