Final com ‘chuva de gols’ pode colocar brasileiro na artilharia da Libertadores; Rony, L. Adriano e Kaio Jorge estão na disputam

A última edição da Libertadores terminou com Gabigol, campeão pelo Flamengo, na artilharia da competição com nove gols

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Conmebol

Palmeiras e Santos já estão completamente focados na disputa da final da Libertadores, no sábado, dia 30, em jogo único que será realizado no Maracanã. E três jogadores  ainda podem encerrar a competição nesta temporada com a artilharia – além do tão sonhado troféu. Rony e Luiz Adriano pelo lado Alviverde, e Kaio Jorge, representando o Peixe, estão na briga para alcançar Fidel Martínez, atacante do Barcelona-EQU.

Os três atacantes brasileiros já marcaram cinco gols cada até o momento, três a menos que Fidel Martínez, que balançou as redes oito vezes na competição. A missão não é das mais fáceis, isso porque um único jogador terá que marcar, pelo menos, um hat-trick na decisão.

Pelo histórico, não é muito comum um clube conseguir marcar três ou mais gols em uma decisão de Libertadores – esse feito aconteceu em 18 jogos entre as 60 edições já disputadas, lembrando que até 2018 as finais eram disputadas com confrontos de ida e volta, além de algumas edições com “jogo de desempate” para definir o campeão. A última vez que um clube marcou três gols em uma partida de final foi em 2015, quando o River Plate conquistou o título diante do Tigres-MEX.

Seu time maltrata seu coração? 

Deixa que o Clude cuida dele para você!

Outro feito raro é um jogador balançar as redes três vezes em uma final – a única vez que isso aconteceu foi em 2008, quando Thiago Neves marcou os três gols da vitória do Fluminense sobre a LDU no Maracanã, e ajudou a levar a decisão da taça para os pênaltis após um placar agregado de 5 a 5. O Tricolor das Laranjeiras acabou ficando com o vice.

Vale destacar que o artilheiro da última edição da Libertadores foi o atacante Gabriel Barbosa, que balançou as redes nove vezes com a camisa do Flamengo em 2019. Ao todo, o Brasil já teve 30 jogadores que terminaram a competição na artilharia, sendo 16 deles de forma isolada.

Veja o ranking da artilharia da Libertadores 2020:

  • Fidel Martínez (Barcelona de Guayaquil) – 8 gols
  • Borré (River Plate) – 7 gols
  • Eduardo Salvio (Boca Juniors) – 6 gols
  • Kaio Jorge (Santos), Julián Álvarez (River Plate), Rony e Luiz Adriano (Palmeiras) – 5 gols

Com 4 gols: Marinho (Santos), Willian (Palmeiras), Bruno Henrique (Flamengo), José Rivas (Estudiantes de Mérida), Gabriel Torres (Independiente del Valle), Fernando Zampedri (Universidad Católica), Javier Reina (Independiente Medellín) e Óscar Cardozo (Libertad).

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes