Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Glover Teixeira quer virar ‘reserva’ de luta entre Blachowicz e Adesanya

Em busca de luta pelo cinturão, brasileiro quer ficar à disposição para substituir polonês ou nigeriano

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook UFC Brasil

O UFC quer se movimentar para dar a Israel Adesanya a chance de lutar pelo dos meio-pesados contra o campeão da divisão, o polonês Jan Blachowicz. Com isso, Glover Teixeira também já se mexe para tentar tirar pelo menos uma ‘casquinha’ de tal confronto.

Em entrevista ao site MMAFighting, o brasileiro afirmou que quer ter a chance ser o ‘reserva’ da luta entre ambos, cotada para março no UFC 259. Tal posição o faria ter a chance de lutar se um dos dois tivesse que deixar o combate por lesão ou algo do tipo, o que deixa o mineiro numa torcida bastante inusitada.

“Claro… estarei torcendo (risos). É uma droga, nunca torci para ninguém se machucar, mas agora terei que torcer”, brincou Glover.

Vindo de cinco vitórias seguidas, o brasileiro pleiteia a chance de voltar a lutar pelo título dos meio-pesados, mas a decisão de escalar Adesanya, uma das grandes estrelas da organização na atualidade, forçou a mudança de planos e até mesmo o temor de que, dependendo do vencedor, a divisão possa ficar travada. Mas Glover não se preocupa tanto em que ter que esperar o que rolar no futuro para saber se será o próximo da fila dos desafiantes.

“Se o Adesanya vencer, o que vai acontecer? Ele vai defender o cinturão dos médios ou dos meio-pesados? Ninguém sabe. Se isso quer dizer que terei que esperar até maio ou junho para saber, eu espero, não me importo. Mas não dá para saber nada.  Se o Blachwicz vencer, vai ser bom para todo mundo, inclusive para mim. Mas, se o Adesanya vencer, ele vai querer voltar para os médios. Mas, sinceramente, não vou me estressar pelo cinturão”, comentou.;

LEIA MAIS

Ingressos para luta de McGregor no UFC 257 se esgotam rapidamente

(Crédito da foto : Divulgação/Facebook UFC Brasil)