Ídolo? Guerrero atingiu 2 marcas históricas no Corinthians antes de saída turbulenta

Atacante peruano completa 37 anos de idade nesta sexta-feira após fazer história com a camisa do Corinthians

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Daniel Augusto Jr

Se tem um jogador que dividiu a torcida do Corinthians na última década, esta estrela foi o peruano Paolo Guerrero. Nesta sexta-feira (1º), o atual camisa 9 do Internacional completa 37 anos de idade após entrar para o hall dos jogadores mais decisivos da história recente do Timão.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Antes de deixar o Corinthians rumo ao Flamengo em 2015, Guerrero conseguiu atingir duas marcas históricas com a camisa alvinegra. A primeira delas foi a de estrangeiro com mais gols na história do clube, com 54 tentos, superando o argentino Carlos Tévez, que balançou as redes 46 vezes.

Além disso, Guerrero ultrapassou Dentinho na artilharia na nova era do Corinthians. A lista é considerada importante por marcar a remontagem do clube alvinegro após a queda para a Série B do Campeonato Brasileiro, em 2008.

Relembre a passagem de Guerrero pelo Corinthians

O atacante peruano chegou na metade de 2012 para o Corinthians e fez história ao marcar os dois gols do time no Mundial, incluindo o que garantiu o título contra o Chelsea, no Japão. Após um ano ruim do clube em 2013, Guerrero se tornou peça fundamental na campanha mediana em 2014, sob o comando de Mano Menezes.

No retorno de Tite, Guerrero era uma das estrelas da equipe que teve um grande início na Copa Libertadores em 2015. Porém, resultados ruins e uma eliminação para o Guaraní do Paraguai acabou com o favoritismo da equipe. No meio disso, Guerrero, ao lado de Sheik, receberam uma oferta do Flamengo e saíram criticados entre os torcedores, sendo chamado de ‘mercenário’, apesar de dividir os torcedores.

VEJA TAMBÉM:

Gil se declara ao Corinthians e diz: “Quero ser marcado como ídolo”

Corinthians renova contrato com promessa de 16 anos com multa de R$ 188 milhões