Jornal Olé define gols relâmpagos de Soteldo e Lucas Braga: “fatais”

Os gols de Soteldo e Lucas Braga, contra o Boca Juniors, ganharam destaque na imprensa argentina. O jornal Olé publicou o assunto

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Reprodução/facebook Santos

O Santos garantiu vaga na final da Libertadores após derrotar o Boca Juniors por 3 a 0, na noite desta quarta-feira (13), no estádio Vila Belmiro. O jogo, entretanto, demorou para ser definido. No começo do segundo tempo, Soteldo e Lucas Braga balançaram as redes e encaminharam a classificação. O momento específico do jogo foi destacado pelo jornal argentino Olé.

“Os dois minutos fatais do Boca: começou o segundo tempo dormindo e o Santos lhe puniu em dobro para fazer 3 a 0”, iniciou o Olé.

“Primeiro, aos quatro minutos, o venezuelano Soteldo acertou um belo chute de pé direito impossível para Esteban Andrada (goleiro do Boca Juniors)”, acrescentou o periódico.

“Apenas dois minutos mais tarde, com o Boca ainda se acomodando após o 2 a 0, o Peixe alvinegro fez uma boa jogada coletiva que resultou em Lucas Braga para decretar o terceiro gol da noite em solo paulista”, completou o Olé.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Com o resultado, o Santos vai encarar o Palmeiras na decisão. O campeão do torneio internacional será conhecido mediante a realização de um jogo, que está marcado para ocorrer no dia 30 de janeiro, às 17h, no estádio Maracanã.

Ficha técnica – Santos x Boca Juniors

Data: 13 de janeiro de 2021 (quarta-feira)

Motivo: Libertadores (fase semifinal – segundo jogo)

Local: estádio Vila Belmiro (Santos/SP)

Horário: 19h15 (horário de Brasília)

Santos: João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison e Diego Pituca (Sandry), Soteldo (Jobson) e Marinho; Kaio Jorge e Lucas Braga– treinador: Cuca

Boca Juniors: Andrada; Jara (Buffarini), Lisandro López, Izquierdoz e Fabra; Diego González (Capaldo), Campuzano, Salvio (Más) e Villa; Tévez e Soldano (Ábila) – treinador: Miguel Ángel Russo