Libertadores: relembre a trajetória do Santos em toda a campanha até a final

Confira como foi o caminho do Peixe na competição, da fase de grupos até chegar à final histórica diante do Palmeiras

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Staff images/ Conmebol

Neste sábado (30), a partir das 17h00, Palmeiras e Santos medem forças na grande decisão em jogo único da Copa Libertadores da América de 2020, em clássico que será disputado no estádio do Maracanã.

E como foi o caminho do Alvinegro da Vila Belmiro até desembarcar no Rio de Janeiro em busca do tetracampeonato da principal competição de clubes do continente? Enfrentou adversários mais difíceis na campanha do que o rival?

Para o jornalista e comentarista dos canais ESPN, José Trajano, sim. Ele diz que o time treinado por Cuca enfrentou campeões do torneio como LDU, Grêmio e Boca Juniors, enquanto a equipe de Abel Ferreira jogou contra clubes “menos expressivos” antes de encarar o River Plate nas semifinais.

Torcedor leitor tem descontos exclusivos no Clude!

“A campanha do Santos foi muito forte, pegou adversários muito fortes, eliminou o Grêmio, eliminou a LDU. Ao contrário do Palmeiras, que pegou muita galinha morta. Tem que analisar a campanha do Santos e a campanha do Palmeiras. O Santos não está aí de alegre”, declarou Trajano.

Foto: Ivan Storti/ Santos FC

Foto: Ivan Storti/ Santos FC

Relembre abaixo todos os jogos do Santos na campanha da Copa Libertadores da América de 2020:

Fase de Grupos

O Peixe terminou a participação no Grupo G como líder absoluto, invicto e somando 16 pontos, mais que o dobro do segundo colocado, o Delfín, do Equador, que anotou sete. O argentino Defensa Y Justicia ficou em terceiro lugar com cinco pontos, um a mais que o tradicional Olímpia, do Paraguai, o quarto e último colocado da chave.

Defensa Y Justicia 1 x 2 Santos

Quando: 3 de março de 2020
Onde: Estádio Norberto Tomaghello, em Florencio Varella, na Argentina
Gols: Jobson e Kaio Jorge (Santos) e Juan Rodríguez (Defensa Y Justicia)

O Peixe estreou com vitória e fora de casa. Após sair atrás no placar, o time foi superior aos argentinos no segundo tempo, com boa atuação de Soteldo e o destaque para Jobson e Kaio Jorge, que saíram do banco de reservas para assinalar os gols da virada.

Santos 1 x 0 Delfín

Quando: 10 de março de 2020
Onde: Vila Belmiro
Gol: Lucas Veríssimo

Punido pela Conmebol devido à confusão entre torcedores e policiais em jogo contra o Independiente (ARG) em 2018 no Pacaembu, o duelo foi realizado sem torcida na Vila Belmiro. Apesar da superioridade técnica do Peixe, a partida foi equilibrada e Lucas Veríssimo, de cabeça, anotou ainda na etapa inicial o único gol da segunda vitória santista.

Santos 0 x 0 Olímpia

Quando: 15 de setembro de 2020
Onde: Vila Belmiro

A exibição mais apagada do Santos na competição, no primeiro jogo da Libertadores após a paralisação de mais de seis meses em razão da pandemia do coronavírus. A melhor chance santista foi uma bola na trave de Soteldo ainda no primeiro tempo e, nem mesmo com um jogador a mais em boa parte da etapa final, os comandados de Cuca conseguiram balançar as redes.

Foto: Staff Images/ Conmebol

Foto: Staff Images/ Conmebol

Delfín 1 x 2 Santos

Quando: 24 de setembro de 2020
Onde: Estádio Jocay, em Manta, no Equador
Gols: Marinho e Jean Mota (Santos) e Rojas (Delfín)

Mais uma vez, o gol do triunfo santista foi marcado por um jogador que saiu do banco de reservas. O Peixe largou na frente com gol de Marinho, mas levou o empate no segundo tempo mesmo com um atleta a mais em campo. Nos minutos finais, Jean Mota desempatou logo depois de entrar.

Olímpia 2 x 3 Santos

Quando: 1º de outubro de 2020
Onde: Estádio Manuel Ferreira, em Assunção, no Paraguai
Gols: Carlos Sánchez, Marinho e Kaio Jorge (Santos) e Jorge Recalde, duas vezes (Olímpia)

Em grande atuação do goleiro santista João Paulo, o Santos conquistou importante vitória em Assunção, que garantiu a liderança da chave e a classificação às oitavas de final com uma rodada de antecedência.

Santos 2 x 1 Defensa Y Justicia

Quando: 20 de outubro de 2020
Onde: Vila Belmiro
Gols: Lucas Braga e Marcos Leonardo (Santos) e Braian Romero (DYJ)

O triunfo na última rodada deu ao Peixe a segunda melhor campanha geral da competição, atrás somente do Palmeiras. O resultado também eliminou o time argentino, que na terceira colocação migrou para a disputa da Copa Sul-Americana e acabou sendo campeão do torneio. A partida também marcou o primeiro gol do jovem atacante Lucas Braga vestindo a camisa santista.

_____________________________________

Santos já conquistou título no Maracanã em final que ficou conhecida como “Maior Jogo do Mundo”

Soteldo terá chuteira com nomes dos três filhos e “loading” na final da Libertadores; entenda

_____________________________________

Oitavas de Final

Jogo de ida: LDU 1 x 2 Santos

Quando: 24 de novembro de 2020
Onde: Estádio Casa Blanca, em Quito, no Equador
Gols: Soteldo e Marinho (Santos) e Jhojan Julio (LDU)

Uma grande exibição do Santos, entre as melhores de toda a campanha, que superou os 2.850 metros da altitude de Quito e cinco desfalques (mais o técnico Cuca) causados por um surto de Covid-19 que atingiu o elenco. O Alvinegro Praiano venceu com propriedade o forte time equatoriano, com atuação destacada do goleiro John.

Jogo de volta: Santos 0 x 1 LDU

Quando: 1º de dezembro de 2020
Onde: Vila Belmiro
Gol: Matías Zunino

Em partida tensa, com três expulsões nos minutos finais (os equatorianos Villarruel e Aguirre, mais o santista Luiz Felipe), a LDU buscou o gol por estar em desvantagem e conseguiu abrir o marcador aos 19 minutos do segundo tempo, em gol anulado inicialmente por impedimento, mas revisado e depois validado pelo VAR. Pelo critério do gol qualificado fora de casa, o Peixe avançou de fase mesmo com o tropeço na Vila Belmiro, a única derrota no torneio.

Foto: Staff images/ Conmebol

Foto: Staff images/ Conmebol

Quartas de Final

Jogo de ida: Grêmio 1 x 1 Santos

Quando: 9 de dezembro de 2020
Onde: Arena do Grêmio, em Porto Alegre
Gols: Kaio Jorge (Santos) e Diego Souza (Grêmio)

Em jogo acirrado, o Peixe saiu na frente com gol do atacante Kaio Jorge no primeiro tempo e quando parecia já ter garantido a vitória, sofreu o gol de empate marcado por Diego Souza nos acréscimos da etapa final, em cobrança de pênalti marcado pelo árbitro após demorada análise do VAR. O resultado quebrou os 100% de aproveitamento do Santos como visitante.

Jogo de volta: Santos 4 x 1 Grêmio

Quando: 16 de dezembro de 2020
Onde: Vila Belmiro
Gols: Kaio Jorge (dois) Marinho e Laércio (Santos) e Thaciano (Grêmio)

Com atuação de gala do começo ao fim, o Santos garantiu de forma incontestável a vaga na fase semifinal ao golear o Grêmio pelo placar agregado de 5 x 1. A equipe de Renato Gaúcho foi “amassada” na Vila Belmiro, com direito a gol de Kaio Jorge logo aos 12 segundos de partida, o mais rápido de um jogador brasileiro na história da Libertadores.

Ivan Storti/ Santos FC

Foto: Ivan Storti/ Santos FC

Semifinais

Jogo de ida: Boca Juniors 0 x 0 Santos

Quando: 6 de janeiro de 2021
Onde: La Bombonera, em Buenos Aires, na Argentina

Valente, o Peixe criou várias oportunidades e até conseguiu controlar o jogo a seu favor na maior parte dos primeiros 90 minutos, mas pecou na finalização. Os santistas também reclamaram bastante de um possível pênalti de Izquierdoz em Marinho não assinalado pelo árbitro chileno Roberto Tobar, que sequer consultou o lance no monitor do VAR.

Ivan Storti/ Santos FC

Foto: Ivan Storti/ Santos FC

Jogo de volta: Santos 3 x 0 Boca Juniors

Quando: 13 de janeiro de 2021
Onde: Vila Belmiro
Gols: Diego Pituca, Soteldo e Lucas Braga

Mais uma partida impecável do time do técnico Cuca, que não deu nenhuma chance ao poderoso Boca e venceu mostrando um futebol “avassalador”, especialmente no segundo tempo. Pituca abriu o placar, Soteldo fez golaço e Lucas Braga completou o marcador. O time xeneize, descontrolado, ainda teve Fabra expulso após pisão proposital em Marinho na segunda etapa.

Final

Decisão em jogo único, estádio neutro, clássico paulista. O capítulo final da Copa Libertadores da América de 2020 será escrito por Santos e Palmeiras neste sábado (30), no Maracanã.