Head coach do Dallas Mavericks, Rick Carlisle profetiza sobre Luka Doncic: “Tem chances de ser um dos melhores de todos os tempos”

Na visão do técnico do Dallas Mavericks, Luka Doncic pode “tem chances de ser um dos melhores de todos os tempos” não só pelos números que possui

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

Atualmente, a National Basketball Association (NBA) tem diversas estrela. Tido como um dos melhores atletas da liga de basquete profissional norte-americana naturalmente, Luka Doncic é muitíssimo elogiado por todos – embora não tenha o status de outros jogadores. Mas, na visão de Rick Carlisle, head coach do Dallas Mavericks, o armador e ala-armador precisa ser tratado com muito mais respeito.

Técnico da equipe de Luka Doncic, Carlisle fez um imenso elogio ao comandado. No dia 13 de janeiro, ele falou sobre o patamar que o atleta pode chegar ao longo da carreira. Mais do que isso: afirmou que ele não se resume apenas à frieza numérica. “Os números são impressionantes, mas ele jogou ainda melhor do que isso. Ele tem chances de ser um dos melhores de todos os tempos e não é apenas por conta de sua habilidade e números. É pela frieza e instinto de liderança também”, destacou o treinador.

Evolução

Muito conhecido pelas valências ofensivas, Carlisle também destacou que Luka Doncic também está crescendo defensivamente. Além, é claro, de sempre estar bem nos finais das pelejas. “Ele é um de nossos melhores defensores para fechar jogos. Conseguiu evoluir nesse quesito, assim como em todas outras partes de seu jogo”, finalizou o head coach do Dallas Mavericks.

Esloveno, Luka Doncic foi selecionado no Draft NBA 2018 pelo Atlanta Hawks – foi a terceira escolha geral do recrutamento. Ele, entretanto, nunca jogou pela franquia da Georgia – estreou já no Mavs. Antes disso, a partir de 2015, ele atuava no Real Madrid. Rookie do Ano em 2019 e all-star em 2020, o atleta tem 2m01cm e pesa 104kg.

Rick Carlisle é head coach na NBA desde 2001, quando assumiu o Detroit Pistons. Em 2003, foi para o Indiana Pacers. Chegou ao Dallas Mavericks, atual equipe de Luka Doncic, em 2008 – e conquistou a NBA Finals 2011 com a franquia.