Santos: Cuca ‘culpa’ perda de pênalti por tropeço contra Fortaleza

Jogando com reservas, Peixe caiu para os cearenses nesta quinta-feira (21) pelo Brasileirão

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: Ivan Storti/Santos FC

Cuca colocou o Santos com os reservas nesta quinta-feira e acabou derrotado pelo Fortaleza por 2 a 0 no Campeonato Brasileiro. Mas para o treinador santista, poupar os titulares não foi preponderante para a derrota no Castelão.

Na visão do comandante do Peixe, o pênalti perdido pelo meia Jean Mota acabou resultado em ‘abalo emocional’ que não deixou o time reagir para conseguir a vitória e se aproximar ainda mais da briga pelo G-6. A perda da penalidade aconteceu ainda com 0 a 0 no placar.

“Não só o nosso, mas o do adversário, que ganha mais confiança. O 1 a 0 seria emocional a nosso favor, mas acontece. Falei com o Jean que já passou, já foi. Ele sentiu, é dos mais experientes. Ele bate bem, mas hoje bateu mal, não pegou bem na bola e tem a nossa confiança”, disse Cuca.

Seu time maltrata seu coração? 

Deixa que o Clude cuida dele para você!

Perguntado se o fato de escalar reservas contra o Fortaleza seria um sinal de que o Santos estaria deixando de lado o Brasileiro para focar apenas na Libertadores, o técnico negou tal mudança de foco neste momento da temporada.

“Não é falta de foco, até porque a Libertadores do pessoal que jogou hoje é esse campeonato. É uma maravilha ver um menino disputar o Brasileirão. Não tem falta de foco, nem falta de conjunto, isso sim grava. São meninos, eu repito, você não vai cobrar de um menino de 17 anos que resolva”, afirmou.

 

(Foto: Ivan Storti/Santos FC)