Lutador recordista no MMA é preso nos EUA por envolvimento com pornografia infantil

Com mais de 250 vitórias na carreira, Travis Fulton foi detido com material pornográfico envolvendo menores

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução

E mais um lutador de MMA acabou se envolvendo com a polícia nos Estados Unidos. Desta vez, a acusação é grave: Travis Fulton, detentor do recorde de lutas nas artes marciais mistas foi preso por acusações ligadas à pornografia infantil.

Segundo o jornal The Courier, Fulton é acusado de posse e receptação de pornografia infantil e exploração sexual de menores. O lutador de 43 anos recebeu as acusações ao comparecer a uma corte de Cedar Rapids, no estado de Iowa, sob outra acusação, de violência doméstica.

Segundo a investigação do caso, Fulton é acusado de tentar seduzir uma garota de 18 anos a fazer relações sexuais a serem fotografadas, caso este acontecido em novembro de 2020. Em outra acusação, o lutador de MMA teria um flash drive com fotos de uma menina de 12 anos em imagens de tom pornográfico. Estas teriam sido tiradas entre os anos de 2018 e 2020.

O indiciamento do lutador aconteceu nesta semana por um júri federal. Travis Fulton se disse inocente de todas as acusações e espera julgamento em abril. O ‘Ironman’ também aguarda pelo julgamento de violência doméstica cometida contra uma mulher em setembro de 2019. Neste caso, o lutador foi acusado de agressão e de ameaçar a vítima, que precisou ser atendida depois de sofrer várias lesões.

Travis Fulton se notabilizou por uma longeva carreira no MMA, desde 1996. Ele é considerado recordista de lutas no MMA, com 323 combates profissionais, tendo vencido 257, com 55 derrotas e dez empates. Na carreira, o peso-pesado encarou nomes do calibre de Jeremy Horn, Matt Lindland, Dan Severn, Ikuhisa Minowa, Heath Herring, Ricco Rodriguez, Renato Babalu, Rich Franklin, Ben Rothwell, Forrest Griffin, Jeff Monson, Andrei Arlovski, entre outros. Sua mais recente luta fora em abril de 2019, ao derrotar Shannon Ritch.

LEIA MAIS

Brasileiro viraliza na Web com finalização diferente em evento de MMA na Rússia