Conmebol justifica vacinação e processo de imunizar jogadores pode ter início em breve

Entidade sul-americana irá receber doses da vacina na próxima semana

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Divulgação/Conmebol

Em nota oficial, a Conmebol revelou que as 50 mil doses da vacina contra a Covid-19, fornecidas pela empresa Sinovac Biotech, vão chegar no Uruguai na quarta-feira (28). Dessa forma  o protocolo da imunização dos jogadores que atuam na América do Sul será analisado ​​pelo Conselho da entidade.

“Para a quarta-feira, 28, está prevista a chegada ao Uruguai do lote de 50.000 doses da vacina da Sinovac Biotech Ltd. A partir desse momento, o processo de distribuição dos imunizadores começará nos diferentes países, em estrito cumprimento das normas legais e sanitárias em vigor em cada um deles.“, afirmou o comunicado.

Além disso, foi informado que a vacinação começará com as seleções que vão disputar a Copa América e os clubes que participam dos torneios internacionais da Conmebol. Logo depois, os demais times masculinos e femininos da primeira divisão vão poder usar suas doses. A ordem tem sequência com os árbitros e os envolvidos na organização dos jogos. Os profissionais que descartarem a imunização não vão sofrer nenhum tipo de pena da federação.

OBJETIVO DA VACINAÇÃO

Por fim, a Conmebol explicou que o lote doado pela Sinovac não irá atrapalhar a vacinação da população. Sendo assim, o processo irá proteger atletas, membros da comissão técnica, árbitros e demais profissionais envolvidos no futebol, e também suas famílias, algo que pode ajudar a diminuir o contágio do coronavírus.

“O lote de vacinas doadas pela Sinovac Biotech ao futebol sul-americano foi especialmente fabricado para este fim. Isto significa que, de nenhum modo, são vacinas destinadas a qualquer outro fim. A vacinação realizada pela Conmebol representa uma importante contribuição para as campanhas de imunização realizadas pelos diferentes governos, já que o benefício chegará não apenas aos jogadores, treinadores e árbitros, mas também indiretamente a suas famílias.
“, finalizou a entidade.

LEIA MAIS

Conmebol aumenta premiação para o vencedor da Copa América; veja valores