Curta-metragem produzido por Kevin Durant vence o Oscar

Jogador do Brooklyn Nets participou da produção de curta da Netflix

Lucas Silva
Jornalista | Fundador e editor-chefe do Saída Falsa. Falando sobre a vida, o universo e tudo mais. Apaixonado pelo futebol americano desde 2008, sofro semanalmente com Corinthians, New Orleans Saints e Miami Heat.

Crédito: Kevin Durant e Mike Conley - jogadores ganharam Oscar por Melhor Curta em Live Action (Foto: ESPN)

Na 93ª edição do Oscar realizada ontem (25) em Los Angeles, o curta-metragem Dois Estranhos (Two Distant Stangers) da Netflix venceu o prêmio de Melhor Curta-metragem em Live-Action.

Dirigido por Travon Free e Martin Desmond Roe, o filme teve a produção executiva dos jogadores da NBA Kevin Durant e Mike Conley.

A princípio, é o primeiro crédito de Conley.

Enquanto Durant participou de outros três projetos: The Boardroom, Swagger e Basketball County: In The Water.

No Twitter, o jogador do Brooklyn Nets comemorou a vitória, enquanto o Utah Jazz parabenizou Conley pelo Oscar.

Donovan Mitchell, ala-armador do Jazz e colega de Mike Conley, também parabenizou o jogador.

Sobre o curta

O curta conta a história de Carter Jones (Joey Bada$$), um jovem cartunista que tenta voltar para casa para encontrar seu cachorro depois de um bem-sucedido primeiro encontro.

Contudo, ele acaba sendo vítima de um policial racista e é baleado. Para sua surpresa, ao invés de morrer, ele acaba revivendo o dia inteiro novamente.

Mesmo assim, a sensação de inquietação e de desespero de Carter com o seu desfecho é o que move ele a cada novo despertar.

Vivenciar tudo aquilo novamente e de formas diversas, por fim, só nos mostra que o racismo do qual Carter é vítima é um mal enraizado na nossa sociedade.

A trama está disponível para assistir na Netflix.

VEJA TAMBÉM: