Agente justifica decisão do Real Madrid contratar Rodrygo: “Não confiavam em Vinicius Jr”

Time espanhol decidiu apostar nos dois jovens para reforçar o setor ofensivo

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Divulgação/Real Madrid

Em entrevista ao jornal “Sport“, André Cury, um dos empresários mais influentes do mundo do futebol, falou sobre a chegada de Rodrygo ao Real Madrid. Sendo assim, ele revelou que o clube merengue tinha dúvidas sobre a contratação de Vinicius Jr. Sem a certeza de ter contratado o jogador certo, a diretoria investiu na chegada do ex-atacante do Santos, que esteve na mira do Barcelona, clube onde o agente trabalhou.

“Eles não confiavam em Vinicius e temiam que tivessem contratado o jogador errado e nós o certo. É por isso que têm dois jogadores da mesma idade, na mesma posição e de fora da Europa. Eu conhecia o Rodrygo há muito tempo e tinha um perfil para jogar no Barça. Comecei a negociar com seu agente. O clube se reuniu duas vezes aqui no Brasil com o presidente do Santos: Eu disse que tínhamos que sair com o negócio fechado. Não fizemos isso. E o Real Madrid fez”, declarou.

Além disso, Cury contou que se sentiu traído pelos representantes de Vinicius Jr. Isso porque o jogador tinha um acordo encaminhado para jogar no Barcelona, mas o negócio acabou sendo feito com o Real Madrid.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“Seus agentes, Frederico Penna e Stefano Hawilla, que haviam chegado a um acordo com o Barcelona, ​​nos traíram. No momento chave da operação, eles nos esfaquearam pelas costas. Avisaram que (os empresários de Vinicius Jr) iriam para Madri, mas que nada aconteceria porque o jogador já era do Barcelona. Houve uma palavra de compromisso. Os agentes voltaram para Barcelona, ​​fecharam o acordo final conosco, apertaram nossas mãos… E então desapareceram e nos traíram“, disse.

LEIA MAIS