Patrocinadora da Champions “alfineta” criação da Superliga

Patrocinadora da Champions, Heineken faz anuncio bem humorado

Carlos Lemes Jr
Colaborador do Torcedores.com.Jornalista formado, desde 2012, e no Torcedores, desde 2015. Matérias exclusivas pelo site publicadas nos portais IG, MSN e UOL.

Crédito: Divulgação

A polêmica da criação da Superliga na Europa chegou até o mercado publicitário. Patrocinadora da Champions, a cerveja Heineken resolveu brincar com toda a polêmica.

Reprodução

“Não beba e comece uma liga”. Essa é a “advertência” em tradução livre dada pela empresa holandesa. Heineken e UEFA são parceiras, desde 1994.

Em pronunciamento oficial na última segunda-feira, 19 de abril, Aleksander Ceferin , presidente da UEFA, reforçou a punição para os jogadores que atuarem na Superliga da Europa. Caso os clubes insistam na ideia de realizar a competição, os atletas das equipes vão estar banidos das suas respectivas seleções nacionais, algo que está sendo apoiado por todas as federações.

Mas, nove clubes já desistiram de participar da Superliga, até o momento. São eles: Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United, Tottenham, Inter de Milão, Juventus e Atlético de Madrid e Arsenal. A ideia da nova competição é encabeçada por Florentino Perez, presidente do Real Madrid.

De acordo com o esboço inicial, os 15 maiores clubes da Europa teriam lugar fixo na Superliga. As outras cinco vagas seriam definidas pelos campeonatos nacionais.

LEIA MAIS

Apresentadora de TV espanhola detona clubes ingleses, após saírem da Superliga: “São uns cagões”

TV portuguesa erra e coloca o Botafogo entre fundadores da Superliga Europeia