Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Renato revela ligação para Borré, diz que atacante ‘deu pra trás’ e minimiza valor da proposta: “O salário era normal”

Além do Tricolor, o Palmeiras também já havia desistido da negociação por Borré, mas nesse caso foi por causa dos altos valores

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/River Plate

A desistência na contratação do atacante Santos Borré ainda é um assunto quente nos bastidores do Grêmio. Em entrevista coletiva após a vitória no clássico GreNal, o técnico Renato Portaluppi detalhou alguns bastidores da negociação e revelou que chegou a conversar pessoalmente com o colombiano, e afirmou ainda que o jogador chegou a dar a palavra de que fecharia com o Tricolor, mas depois acabou não querendo assinar o pré-contrato.

Fluminense tenta empréstimo de Jean Pyerre; Grêmio prioriza venda

“O Grêmio tentou de tudo. Eu mesmo falei com o jogador, uns 15 dias atrás, lá do Rio (de Janeiro, onde o treinador passou os dias de folga). Estava quase tudo certo, ele deu a palavra dele. Empresário deu a palavra. Agora, não podemos botar arma na cabeça de ninguém. O Grêmio fez de tudo e ele deu para trás, ele não quis (assinar)”, disse o treinador gremista.

Renato também comentou sobre os valores oferecidos pelo Grêmio na negociação com o atacante, e fez questão de ressaltar que o jogador chegaria ao clube sem custo de transferência, já que seria integrado ao elenco após o fim do contrato com o River Plate, em junho.

Vale lembrar que, segundo o jornal Olé, da Argentina, a oferta gremista era de US$ 6 milhões (cerca de R$ 34 milhões na coação atual) de luvas que serão diluídas ao longo do contrato, e salários anuais que somam US$ 2 milhões (R$ 11,5 milhões).

+ Compare as propostas de Grêmio e Palmeiras por Borré; Alviverde desistiu do negócio por causa dos altos valores

“Os números que saíram do Borré… As pessoas falam ‘ah, ele vai ganhar esse salário aí’. Ele iria receber aqueles valores porque o clube não estava contratando do River. O salário era normal. O Grêmio não ia pagar nada ao River, ele ia vir de graça”, explicou Renato.

Sem Borré, o Grêmio segue no mercado em busca de reforços para 2021. O lateral-direito Rafinha e o volante Thiago Santos foram anunciados nesta semana, mas o clube ainda sonha com a volta de Douglas Costa e chegou a tentar a contratação de Claudinho, do Red Bull Bragantino.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes