Após título, Rogério Ceni elogia Vitinho e jogador que pode estar de saída do Flamengo

Dupla foi titular durante o duelo contra o Volta Redonda, quando o Flamengo garantiu o título da Taça Guanabara

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.

Crédito: Divulgação/Flamengo

O duelo entre Flamengo e Volta Redonda contou com alguns testes na escalação rubro-negra. Reservas do time principal, os atacantes Vitinho e Michael ganharam as chances como titular pelos lados. A dupla, inclusive, recebeu elogios da torcida rubro-negra nas redes sociais durante a partida deste sábado (24).

Everton Ribeiro e dupla de saída, jogador do Fortaleza chegando e mais: veja as novidades do Flamengo

Durante entre coletiva, o técnico Rogério Ceni valorizou a dupla de jogadores do Flamengo. “Eu fico muito feliz. O Vitinho vem se esforçando muito nos treinamentos. O Michael também. E nem sempre eles têm a oportunidade de jogar. Hoje, fizemos uma análise do que podíamos colocar de melhor fisicamente, para termos um jogo agressivo, forte, de marcação, como é costumeiro do Flamengo. Os dois começaram o jogo e foram contemplados, apesar de termos dois 9 artilheiros no campo. Os dois foram agraciados com seus gols”, comentou.

“O Vitinho fez um golaço de esquerda de fora da área. Vitinho está acostumado a fazer gols em finais. Acho que o terceiro ou quarto gol no Estadual. É um jogador que finaliza bem de fora da área. Então, é sempre importante você ter dentro do seu grupo jogadores que possam ganhar confiança. Em maio teremos nove jogos e em alguns momentos vamos precisar rodar, colocar times alternativos, mesclar, como foi no dia de hoje. Fico muito feliz tanto pelo Michael quanto pelo Vitinho, que hoje, em tese, com gols, conseguiram decidir a partida”, concluiu Rogério Ceni.

Rogério Ceni fala sobre elenco:

“Me deixou super feliz ver o time. O Renê fez ótima partida hoje e teve poucas oportunidades. O Filipe Luís faz grandes jogos, jogador com bastante rodagem e experiência. Renê, Matheus… estou falando dos que têm jogado menos. Do Michael e do Vitinho, o próprio Pedro que teve lesão e ficou um tempo fora. No jogo na Argentina eu fiquei até com receio. Porque quando começou a temporada ele fez um jogo e se machucou. Mas por risco de lesão. Não quero perder o Pedro de novo por três semanas. Então, devagarinho vamos inserir esses jogadores. Eu acho que o elenco é relativamente pequeno, mas de qualidade, que a gente pode contar. Mostra que podemos com muita gente nesta caminhada que vamos ter.”