Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Supercopa: Abel Ferreira revela o que disse antes de ser expulso em Flamengo x Palmeiras

Abel Ferreira evitou falar sobre lances polêmicos específicos, mas demonstrou incômodo com a atuação de Leandro Vuaden

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Cesar Greco/Ag.Palmeiras

Em entrevista coletiva após a derrota nos pênaltis para o Flamengo na decisão da Supercopa do Brasil, o técnico Abel Ferreira falou sobre a atuação do árbitro Leandro Vuaden e sobre sua expulsão ainda no primeiro tempo da partida, quando o jogo estava empatado, após receber o segundo cartão amarelo por reclamação.

Palmeiras: Abel Ferreira ironiza Flamengo após Supercopa: “Tem o melhor árbitro brasileiro”

“Eu me chamo Abel Ferreira, tenho 42 anos e sou responsável por aquilo que eu digo, e não pelo que escrevem. Eu fui expulso porque disse isso: ‘duas grandes equipes em campo, na minha opinião, mereciam um árbitro do mesmo nível’. Eu perguntei a minha diretoria se aqui havia classificação dos árbitro. Na Europa, o desempenho dos árbitro ao longo da temporada tem uma classificação. Uns descem, outros sobem e outros que ficam em primeiro. Não há essa classificação aqui”, começou o treinador português.

“Hoje aqui tiveram as duas melhores equipes [do país na atualidade], e eu gostaria de ter visto uma terceira [a equipe de arbitragem]. Eu sou expulso primeiro por um amarelo claro. O jogo é de emoções e eu estava fora. Quem me expulsou foi o quarto árbitro porque eu disse isso. Essas duas equipes, Flamengo e Palmeiras, mereciam o melhor árbitro do Brasileirão na classificação do ano passado. Se esse foi o melhor árbitro, pronto, temos que aceitar. O futebol brasileiro tem grandes árbitros”, acrescentou.

Questionado sobre lances específicos da partida, incluindo o pênalti anulado sobre o atacante Wesley, Abel Ferreira optou por manter seu estilo e evitou falar sobre possíveis erros da arbitragem em campo.

“Acabamos de perdeu um jogo, onde mais uma vez a minha equipe esteve muito bem e contra um adversário muito bom. Mais uma vez voltou a falar: foi uma grande promoção do futebol brasileiro para qualquer TV e país que transmitiu. Voltou a dar os parabéns a quem ganhou e a minha equipe pelo grande jogo que fizeram. Não posso tirar o brilho daquilo que foi a nossa exibição e o nosso adversário para falar de um elemento que não… parabéns as duas equipes. Ao Flamengo que ganhou e a nossa equipe pela atuação”, completou Abel Ferreira.

SOBRE O JOGO:

O Palmeiras abriu o placar logo nos minutos inciais da partida, com Raphael Veiga, aproveitando uma saída de bola errada de Diego Alves. O camisa 23 do Verdão deu um drible da vaga no marcador, saiu livre na cara do goleiro e bateu com estilo para balançar as redes.

O Flamengo virou com Gabriel Barbosa, aproveitando o rebote de uma jogada protagonizada pelo lateral-esquerdo Filipe Luís, que entrou na área, limpou a marcação e bateu para o gol – a bola explodiu na trave e sobrou para o camisa 9, livre na pequena área, só empurrar para o fundo das redes do goleiro Weverton. Arrascaeta virou o ainda nos minutos finais do primeiro tempo após jogada de contra-ataque.

Sem Abel Ferreira, já expulso, o Palmeiras voltou para o segundo tempo com mudanças: Danilo e Gabriel Menino nas vagas de Felipe Melo e Zé Rafael. A equipe cresceu na partida e empate em cobrança de pênalti de Raphael Veiga.

Com o empate confirmado após os 90 minutos, a decisão foi para a disputa de pênaltis. Com boas atuações de Weverton e Diego Alves, a série terminou 6 a 5 para o Flamengo.

LEIA MAIS:
Supercopa do Brasil: quais seriam as decisões se o torneio nunca tivesse sido interrompido?

Milton Neves ironiza ‘VARmengo’ e brinca com Vuaden como melhor do jogo: “Apito amigo? Quem diria”

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes