Técnico de Jon Jones sugere proposta milionária para luta contra Ngannou

Um dos treinadores de ‘Bones’ coloca que lutador merece receber US$ 50 milhões para enfrentar campeão dos pesados do UFC

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução/Facebook Oficial UFC

Jon Jones se revoltou contra a hesitação do UFC em querer fazer uma proposta que lhe agrade financeiramente para enfrentar Francis Ngannou pelo cinturão dos pesados do Ultimate. E qual seria o valor que ‘Bones’ deseja receber para, finalmente, poder subir ao peso-pesado?

De acordo com Mike Winklejohn, um dos treinadores de Jones, a proposta tem que ser algo quase inimaginável para as cifras que Dana White costuma pagar a seus lutadores. Para um dos líderes da Jackson-Wink MMA, US$ 50 milhões é a proposta ideal para, pelo menos, iniciar as conversas.

“Essa luta entre Jon e Francis seria uma das maiores, tal qual as lutas do Floyd Mayweather. E quanto dinheiro Mayweather ganhou? Eu não sei dizer. Mas sei que o UFC e o Jon terão que conversar sobre como eles querem fazer esse pay-per-view. Mas eu não vejo como uma luta como essa não seria por uns US$ 50 milhões”, afirmou Winklejohn ao Submission Radio.

Jon Jones decidiu abrir mão do cinturão dos meio-pesados para subir de categoria, até fazendo um regime de treinos para chegar à nova divisão. Mas com Dana White não se mostrando disposto a pagar os valores que ‘Bones’ quer, tanto que o lutador até mesmo pediu pra que o UFC rescinda seu contrato e afirmou que não luta por menos de US$ 10 milhões.

“Dana White é o cara nesse negócio de luta, sem dúvida. E Jon também é o melhor no que ele faz. Cada um escolheu um lado, isso faz parte, é do jogo. Há uma luta que ele quer, que é contra o Francis, mas ele tem que conversar primeiro com o UFC. Eles tem que ver o quanto de pay-per-views querem vender e o quanto querem ganhar com eles. E se vale o risco”, comentou

LEIA MAIS

Árbitro de Chelsea x Porto pela Champions já foi preso por tráfico e prostituição. Mas por engano

(Crédito da foto : Reprodução/Facebook Oficial UFC)