América-MG x Cruzeiro: quem mais venceu na história do clássico mineiro?

Confira o retrospecto do confronto que decide neste domingo (9) o adversário do Galo na decisão do Campeonato Mineiro

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Bruno Haddad/ Cruzeiro EC

Na tarde deste domingo (9), em que se comemora o Dia das Mães, América-MG e Cruzeiro medem forças a partir das 16h00 na Arena Independência, em Belo Horizonte, pela segunda e decisiva partida das semifinais do Campeonato Mineiro. E você, torcedor americano ou cruzeirense, sabe quem é maior vencedor da história do clássico? Confira abaixo.

Segundo o site oficial do Cruzeiro, as duas equipes já se enfrentaram em 373 oportunidades e o retrospecto é bastante favorável ao clube celeste, que venceu 158 vezes contra 103 triunfos do América-MG, mais 112 jogos que terminaram com igualdade no marcador.

Pelo Campeonato Mineiro, foram 226 encontros e também prevalece a supremacia do Cruzeiro sobre o rival, somando 104 vitórias e sofrendo 55 derrotas, além de 67 empates.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

A Raposa assinalou 661 gols diante do adversário deste domingo (9), dos quais mais da metade (379) somente pela competição estadual. Do outro lado, o Coelho balançou as redes 530 vezes, sendo 275 tentos pelo Campeonato Mineiro.

O clássico com o maior número de gols entre os dois clubes aconteceu em junho de 1923 pelo Campeonato Mineiro, quando o América-MG goleou fora de casa o então Palestra Itália, atual Cruzeiro, pelo placar de 7 x 1. A Raposa também emplacou uma goleada expressiva contra o Coelho em duelo válido pela Copa Sul-Minas de 2002: 7 x 0.

Neste domingo (9), os dois times voltam a entrar em campo em mais um clássico que define o adversário do Atlético-MG na decisão do torneio estadual de 2021.

Como venceu de virada o confronto de ida no estádio do Mineirão por 2 x 1, em jogo bastante polêmico e com troca de “farpas” entre jogadores, treinadores e dirigentes, o América-MG se classifica com mais um triunfo, qualquer empate ou mesmo se perder por até um gol de diferença, em razão de ter feito melhor campanha.

LEIA TAMBÉM

Caso ‘Messinho’: Cruzeiro se manifesta sobre saída de Estevão Willian e acusa Palmeiras de aliciamento

10 jogadores do Brasileirão que mais valorizaram no Mercado da Bola