Apenas dois técnicos estão há mais de um ano em times da Série A do Brasileirão; veja o top-10

Saída de Mancini do Corinthians mudou o top-10

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/América-MG

O técnico Vágner Macnini não é mais profissional do Corinthians. No domingo (16), após ser eliminado na semifinal do Campeonato Paulista para o rival Palmeiras, o treinador foi demitido do Timão após pouco mais de sete meses de trabalho como profissional do clube.

Com isso, o top-10 de treinadores há mais tempo no mesmo clube da Série A do Brasileirão muda, já que Mancini ocupava a quinta posição até então. Com isso, Miguel Ángel Ramírez, que chegou ao Internacional no início da temporada, é o 10º colocado. O top-5 também muda, já que Abel Ferreira avança. O português está há mais de seis meses no Palmeiras e foi o resposável pela vitória que ocasionou a demissão de Mancini.

Vale destacar que apenas dois treinadores têm mais de um ano de trabalho em seus clubes do Brasileirão. São eles Lisca, do América-MG, e Guto Ferreira, do Ceará.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Veja os técnicos há mais tempo no cargo em times da Série A do Brasileirão

  1. América-MG: Lisca — 1 ano, 107 dias
  2. Ceará: Guto Ferreira — 1 ano, 60 dias
  3. Bragantino: Maurício Barbieri — 8 meses, 13 dias
  4. Flamengo: Rogério Ceni — 7 meses, 7 dias
  5. Palmeiras: Abel Ferreira — 6 meses, 18 dias
  6. Bahia: Dado Cavalcanti — 4 meses, 27 dias
  7. Fortaleza: Enderson Moreira — 4 meses, 10 dias
  8. Juventude: Marquinhos Santos — 3 meses, 13 dias
  9. São Paulo: Hernán Crespo — 3 meses, 5 dias
  10. Miguel Ángel Ramírez — 3 meses, 2 dias

Vágner Mancini

A demissão do treinador do Corinthians já era pedida desde a eliminação na Copa Sul-Americana com antecedência. No torneio sul-americano, o Timão perdeu duas vezes para o Peñarol, em casa por 2 a 0 e fora de casa por 4 a 0, o que ocasionou a eliminação precoce da competição. O clube ainda tem dois jogos a disputar na Sul-Americana, mas sem chances de avançar.

Com isso, a derrota para o Palmeiras apenas o estopim para a saída do treinador, que assumiu o Corinthians após deixar o Atlético-GO em 2020.

Leia mais:
Clubes da Série A já trocaram de treinador 13 vezes na temporada; veja todas