Crespo diz que derrota do São Paulo para Racing foi ‘acidente de percurso’

Novamente com reservas, o Tricolor viu-se encerrar sua série invicta com seu treinador nesta terça-feira (18)

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Rubens Chiri / saopaulofc

O São Paulo viu a série invicta que tinha nas últimas partidas ser encerrada em pleno Morumbi. Na noite desta terça-feira, o Tricolor foi derrotado pelo Racing por 1 a 0 e viu adiada sua classificação para a fase de oitavas de final, pelo menos até esta quarta (19) dependendo do resultado entre Rentistas e Sporting Cristal.

Mas o resultado não abalou Hernán Crespo. O treinador são-paulino minimizou o resultado, afirmando que a derrota para os argentinos foi ‘acidente de percurso’ e que isto não deve afetar em nada o planejamento do time para a sequência da competição.

“Muitas vezes tentamos jogar com um tipo de jogo e ele acaba não funcionando. Penso que a gente deve melhorar ainda em muitos aspectos, mas penso que a situação de hoje é para aprender. Acredito que (a derrota) foi um acidente de percurso e vamos seguir com nosso caminho”, declarou Crespo.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Planejamento este que, mais uma vez, contemplou a presença de um time reserva em jogo da Libertadores, assim como na rodada passada, quando encarou o Rentistas no Uruguai e acabou ficando no empate. Os jogadores titulares estão sendo poupados para as finais do Campeonato Paulista, contra o Palmeiras e o treinador argentino sinalizou que não mudará em nada do que vem pensando para armar o Tricolor.

“Acredito que esta foi uma derrota muito injusta porque o jogo foi equilibrado. Eles (Racing) fizeram gol e a gente não. Mas isso não muda absolutamente em nada o que pensei nos últimos dias e ainda penso”, ressaltou.

LEIA MAIS

Com equipes reservas, São Paulo sai derrotado para o Racing