Cruzeiro: Rodrigues terá quarto diretor de futebol em seu mandato

Ida de André Mazzuco para o Santos fará com que Raposa tenha novo profissional para a Série B

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: Igor Sales/Cruzeiro

O Cruzeiro terá que fazer mudanças em seu departamento de futebol em breve. André Mazzuco sairá da Raposa para trabalhar no Santos e o time mineiro terá que procurar um novo diretor de futebol para a sequência da temporada e a Série B.

Com a saída de Mazzuco já definida, segundo o Globoesporte.com, o time celeste terá uma missão em achar um novo dirigente para comandar o futebol do clube na sequência do ano. E será o quarto dirigente desde a chegada de Sérgio Santos Rodrigues como presidente da Raposa.

Desde o começo do mandato, em meados de 2020 (oficializado em outubro), o Cruzeiro teve três diretores de futebol. O primeiro foi Ricardo Drubscky, que já estava no cargo desde sua indicação, vindo como contratação feita pelo conselho gestor que administrou o clube interinamente. Ao lado dele, Carlos Ferreira como responsável pelo futebol e o ex-atacante Deivid como diretor técnico.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Drubscky comandou até outubro de 2020 o futebol cruzeirense e deixou o clube, com Deivid chegando para ocupar a função até que Mazzuco chegasse e o ex-jogador da Raposa fosse para outra função dentro da estrutura do futebol do time. Agora, com sua saída, a diretoria terá que buscar um nome que ajude a montar o elenco da Série B e ainda lidar a crise financeira que vive os mineiros.

Contratações certeiras?

Além deste panorama, o sucessor do agora ex-diretor de futebol terá que seguir o padrão de contratações feitos pelo antigo profissional. Desde sua chegada, foram 12 contratações, das quais apenas uma (Alan Ruschel) não seguirá na Toca para Série B, sendo emprestado ao América-MG.

Antes de Mazzuco, foram contratados 11 jogadores pelos outros diretores de futebol, dos quais oito não fazem mais parte do elenco. Os três restantes são Rafael Sobis, Cáceres e Claudinho;

LEIA MAIS

Brasileirão Série B: onde assistir ao campeonato nesta temporada?