Daniel Alves diz que jogar na lateral é “desperdício” e faz comparação entre Guardiola e Diniz

Após ser utilizado com meia com Fernando Diniz, Daniel Alves ressaltou que segue entre os melhores laterais-direitos do mundo

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.

Crédito: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Depois de conquistar o 41º título na carreira e o primeiro pelo São Paulo, Daniel Alves defendeu o técnico Fernando Diniz por ter sido utilizado como meia na última temporada. Agora atuando como lateral novamente, com Hernán Crespo, o jogador ressaltou que precisa participar ativamente do jogo.

Reinaldo rebate Abel Ferreira após fala polêmica na final do Paulistão

Daniel Alves ainda fez uma rápida comparação entre Guardiola e Fernando Diniz sobre “invenções”. “Guardiola inventou o falso 9, o Diniz no time dele quando eu jogava de lateral inventou o falso lateral. É uma forma de argumentar mais opção de jogo”, afirmou o jogador em conversa no prêmio do Paulistão.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“Se pegar alguém que trata tão bem a bola como eu e colocar na lateral, sem participar muito do jogo, é um desperdício, pelo investimento que o São Paulo faz. Creio que posso performar no meio, mas nunca me omiti de jogar na lateral, porque penso que sigo sendo um dos melhores laterais no mundo”, disse Daniel Alves.

“Nunca me omiti de jogar na lateral, sempre estive à disposição. O Diniz achava que o time não podia me desperdiçar ali, concordo com ele que no meio-campo consigo dar outra dinâmica ao meio do São Paulo. Os números estão aí. Mas infelizmente quando você não ganha, abre aspas para as pessoas opinarem. Quando ganha todo mundo acha que é porque eu joguei de lateral, mas não é bem assim”, completou.