Ex-jogador da MLB faz alegações sobre roubos de sinais

Erik Kratz, ex-catcher dos Brewers e dos Yankees, acusou dois times da Liga Nacional de terem feito roubo de sinais

Luís Martinelli
Jornalista, fã de esportes americanos (NFL, NHL, MLB e NBA), futebol australiano e de fantasy sports. Twitter: @LG_Martinelli Criador dos @BlogNEJ, @BrasilFooty e @ViciadoFSports

Crédito: Justin Edmonds/Getty Images

O ex-catcher Erik Kratz levantou dúvidas sobre dois times da Liga Nacional durante a sua participação em um podcast da YES Network. Ao ser questionado sobre a sua opinião a respeito do escândalo de roubo de sinais do Houston Astros, Kratz disse: “Eu posso dizer a vocês que um time que esteve na World Series várias vezes recentemente, nós os pegamos fazendo quase a mesma coisa.”

Além dos Astros, o único time que participou de múltiplas finais da MLB foi o Los Angeles Dodgers recentemente. De fato, os Dodgers estiveram presentes na World Series de 2017, 2018 e foram campeões em 2020. Todavia, o ex-jogador não fez maiores acusações contra o time de Los Angeles.

Ainda, durante o episódio, Erik Kratz foi mais incisivo para falar o Colorado Rockies. “E eu posso dizer a vocês também, pois eu realmente não ligo, eu não conheço ninguém lá: o Colorado Rockies fazia a mesma coisa em 2018. Eles costumavam pegar uma Theragun (um tipo de massageador muscular) e batiam em seu banco de metal. Eles faziam a mesma coisa da TV. Então, aí está. Se você acha que ninguém mais estava fazendo isso, você está errado. A diferença é que os Astros podem ter ido um pouco longe demais, afirmou o ex-jogador.

Para contextualizar, Kratz jogava pelo Milwaukee Brewers durante a temporada 2018. Os Brewers enfrentaram tanto os Rockies quanto os Dodgers naquela pós-temporada, derrubando o time do Colorado na NLDS e eliminado pelo Los Angeles Dodgers em sete jogos na final da Liga Nacional.

Erik Kratz entrou em campo pela última vez em 2020, passando parte do tempo no New York Yankees. Ele, que decidiu não atuar neste ano, jogou por nove times após estrear pelo Pittsburgh Pirates em 2010.

LEIA MAIS

ADVOGADA DOS RED SOX FALA SOBRE SUPOSTA CONCLUSÃO DE INVESTIGAÇÃO POR ROUBO DE SINAIS

COREY KLUBER CONSEGUE O PRIMEIRO NO-HITTER DOS YANKEES NESTE SÉCULO