Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Jon Jones x Ngannou não deve acontecer, diz Dana White

Chefão do UFC revelou que ‘desistiu’ de negociar a luta e encaminha luta do camaronês contra Derrick Lewis

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução/Facebook Oficial UFC

A tão sonhada luta entre Jon Jones e Francis Ngannou não deve mais acontecer. Isto é o que revelou o presidente do UFC, Dana White, em entrevista ao site TMZ  no final desta semana.

Perguntado sobre a incerteza de acertar com Jones para viabilizar o duelo com o campeão dos pesos-pesados, White admitiu que não há mais clima para negociar e que agora, será Derrick Lewis quem enfrentará Ngannou pelo cinturão da categoria máxima do UFC.

“Vamos seguir em frente. Todos os sábados, eu faço lutas. Tenho uma janela em que eu posso marcar algumas lutas e ver as coisas acontecerem. E se essas lutas não ocorrem na janela, vamos seguir em frente. Tenho dito desde sempre que Derrick Lewis seria o cara a lutar pelo título. Ele já venceu o Francis antes e ele é o próximo. Vem de boas performances e pronto. Vamos em frente”, disse o chefão do UFC.

A declaração é mais um capítulo numa briga pública entre Jon Jones e o Ultimate que se arrasta por mais de um ano. O lutador já se declarou favorável a subir aos pesos-pesados para enfrentar Ngannou e até vem treinando para ter a forma física ideal para tal combate. Mas a grande rusga é financeira, com a organização se recusando a pagar o que ‘Bones’ pede e este também não querendo aceitar a pedida do UFC.

“Jon poderia lutar de novo nos 93kg (meio-pesados). Ele não quis lutar conta Stipe Miocic e agora o Francis vai lutar contra o Derrick. Vamos ver como essa luta vai se desenrolar”, afirmou.

No último final de semana, durante o UFC 262, Dana White sugeriu em coletiva que Jon Jones pode ‘nunca mais’ voltar a lutar MMA. Já o lutador, no Twitter, disse ‘não ter pressa’ para definir seu futuro.

LEIA MAIS

Charles do Bronx responde provocação de McGregor: “Se preocupa com o Dustin”