Libertadores: jornal argentino elege “carrasco” do Boca Juniors na derrota para o Santos

Diário “Olé” destaca atuação de jogador do Peixe na vitória por 1 x 0 sobre o time xeneize; assista aos melhores momentos

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Ivan Storti/ Santos FC

Na terça (11), o Santos venceu o Boca Juniors (ARG) pelo placar de 1 x 0, em duelo disputado no estádio da Vila Belmiro e válido pela quarta rodada do Grupo C da Copa Libertadores da América.

Com o resultado, o Peixe conquistou o segundo triunfo seguido e agora ocupa a vice-liderança da chave somando os mesmos seis pontos do time argentino, mas na frente pelo saldo de gols. O Barcelona de Guayaquil (EQU), que foi derrotado fora de casa pelo The Strongest (BOL) por 2 x 0, segue em primeiro lugar com nove pontos.

Para o jornal argentino “Olé”, o lateral-esquerdo Felipe Jonatan, eleito o melhor em campo pela Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), teve atuação destacada na partida e, segundo o diário esportivo, “Foi o carrasco do Boca em solo brasileiro”.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

O jogador de 23 anos foi o autor do bonito gol santista assinalado aos 40 minutos do primeiro tempo, após Kaio Jorge receber passe de Pará no lado direito e cruzar para dentro da área. O lateral então dominou a bola em velocidade e driblou dois defensores do Boca antes de finalizar no canto esquerdo do goleiro Rossi.

Para o jornal argentino "Olé", o lateral Felipe Jonatan (a dir.) foi o "carrasco" do Boca na derrota para o Santos (Foto: Ivan Storti/ Reprodução/ Flickr oficial do Santos FC)

Para o jornal argentino “Olé”, o lateral Felipe Jonatan (a dir.) foi o “carrasco” do Boca na derrota para o Peixe (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

“Não foi um gol neste caso, mas uma ação que mereceu aplausos. Após troca de ataque da direita para a esquerda, Felipe Jonatan meteu o ombro e deu um passe com aquela parte do corpo para avançar seu time”, também publicou o “Olé” em referência à outra boa jogada de Felipe Jonatan já na etapa final.

A partida na Vila Belmiro também marcou a estreia do técnico Fernando Diniz no comando do Santos. Porém, o treinador acabou sendo expulso no segundo tempo pelo árbitro uruguaio Christian Ferreyra, em confusão causada após o juiz dar cartão amarelo para o atacante Lucas Braga em falta cometida por Kaio Jorge.

O erro gerou discussão de Diniz e jogadores santistas com a comissão de arbitragem e o banco de reservas do Boca Juniors, incluindo o técnico Miguel Ángel Russo, que também foi advertido com o cartão vermelho.

Eliminado do Campeonato Paulista, o Santos volta a campo somente na próxima terça (18) nos 3.500 metros de altitude de La Paz, na Bolívia, onde enfrenta o The Strongest pela quinta e penúltima rodada do Grupo C da Copa Libertadores.

Assista abaixo aos melhores momentos de Santos 1 x 0 Boca Juniors:

LEIA TAMBÉM

CBF define detalhes das 10 primeiras rodadas do Brasileirão; veja jogos transmitidos pela Globo

Santos encontra impasse em renovação de ‘herói’ de permanência no Paulistão