Rafinha estranha expulsão e cutuca Inter após título do Grêmio: “Me tirar do jogo conseguiram, o título não”

Lateral-direito Rafinha foi expulso de campo no primeiro tempo de Grêmio 1×1 Internacional

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução

Com uma mistura de sentimentos depois do Gre-Nal deste domingo, em que o empate em 1×1 na Arena deu o título do Gauchão ao Grêmio, o lateral-direito Rafinha lamentou e estranhou a sua expulsão em confusão com Yuri Alberto ainda no primeiro tempo de partida.

Em entrevista dada à RBSTV já com a taça garantida, Rafinha ainda aproveitou a oportunidade para dar uma cutucada no rival:

“Feliz pelo título, mas primeira vez na minha carreira que sou expulso sem ter feito nada. Eles queriam isso. Vieram para me tirar do jogo. Queriam me tirar do jogo e conseguiram, mas o título não. O título fica com a gente”, disparou.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Confira a confusão com Yuri Alberto:

Em campo, o 1×1 bastou ao Grêmio para a conquista do tetracampeonato seguido, uma vez que o primeiro jogo terminou com vitória fora por 2×1. Ferreira abriu o placar neste domingo, e Dourado empatou de cabeça.

Depois da taça ser erguida pelo tricolor, Rafinha, esbanjando entrosamento com o grupo, comandou a roda de pagode tocando cavaquinho ainda no gramado. O Grêmio chegou ao seu tetracampeonato estadual consecutivo: 2018, 2019, 2020 e 2021.

LEIA MAIS:

Douglas Costa responde torcedor do Grêmio que mandou “aprender com Taison” sobre retornar ao Brasil

Maicon se irrita e ironiza suposta informação sobre os três salários mais altos do Grêmio: “Quanta besteira falam”

Siga o autor:

No Instagram

No YouTube