Clippers recebe Suns e tenta primeira vitória na série

Após duas derrotas consecutivas, os Clippers vão para o tudo ou nada no Staple Center nesta noite

Davi Alves
Colaborador do Torcedores

Crédito: Los Angeles Clippers terá primeiro jogo da série no Staple Center. Divulgação: Mark J. Rebilas/USA TODAY Sports

Válido pelas finais da Conferência Oeste da NBA, o confronto entre Phoenix Suns e Los Angeles Clippers ganha mais um capítulo nesta noite, às 22h, horário de Brasília. A equipe comandada por Monty Williams, segundo colocado na briga pelo prêmio de técnico da temporada, tem boas notícias para os torcedores. Segundo o Twitter oficial da franquia, o armador Chris Paul está disponível para jogar. Pelo lado de Los Angeles, Kawhi continua fora da série.

Phoenix Suns

Com a potencial volta de seu general dentro de quadra, Chris Paul, o time dos Suns tem pela frente uma torcida sedenta pela sobrevivência na série. Depois do fim conturbado no jogo 2, eles agora têm a chance de abrir 3 a 0 e, quem sabe, ter uma enorme vantagem para a vaga nas finais da NBA. Nomes como Devin Booker, líder de produção do elenco, com médias de 30 pontos, 8.5 rebotes e 8 assistências e Deandre Ayton, que está com 22 pontos e 11.5 rebotes por jogo, são a base do que esse time se tornou.

Já a segunda unidade, que tem Cameron Johnson como destaque, com 11.5 pontos vindos do banco, precisará ser efetiva nesta partida, para assim, desafogar o peso dos titulares.

Los Angeles Clippers

Ainda sem seu principal jogador, Kawhi Leonard, os Clippers vão ter que responder ao apoio dos fãs e conseguir uma mudança no clima da série. Paul George, duramente criticado pela imprensa americana pelos lances livres desperdiçados no final do jogo 2, não teve boa atuação na partida. Mesmo com os 10 pontos anotados no último período, o jogador foi 1 de 8 nas bolas de 3 pontos e não conseguiu dar a vitória para a franquia da Califórnia.

Nomes como Reggie Jackson, que fez 19 pontos no último jogo e Marcus Morris, que ainda não apareceu na série, vão ter que resistir à falta de Leonard e mostrar serviço. Por outro lado, o técnico Ty Lue está sendo bastante elogiado pelo trabalho realizado, ainda mais colocando em contexto as contusões que o elenco está sofrendo.

LEIA MAIS

Trae faz partida histórica e os Hawks abrem 1 a 0

Suns abre 2 a 0 na série com cesta no último segundo