Com Durant e Lillard, EUA revela elenco do basquete para Tóquio

Logo após lesões e recusas, a seleção masculina de basquete dos Estados Unidos fecha uma lista recheada de craques como Kevin Durant e Damian Lillard

Rafael Costa
Estudante de Rádio, TV e Internet, apaixonado por esportes desde pequeno e com vontade de levar o basquete. Atualmente, aprendendo a ser narrador e jornalista.

Crédito: Reprodução: Shannon Stapleton / Reuters

As Olimpíadas de Tóquio estão chegando e, assim, a seleção dos Estados Unidos preparou um elenco de peso para o basquete. Apesar da recusa de alguns jogadores e outros serem cortados por lesões, a lista dos 12 convocados foi definida. O destaque fica para o possível capitão desse esquadrão, o ala Kevin Durant que, inegavelmente, é o melhor jogador de basquete do mundo. De acordo com o repórter Shams Charania, os atuais medalhistas de ouro contarão com:

ARMADORES

Damian Lillard – Portland Trail Blazers – 30 anos

Jrue Holiday – Milwaukee Bucks – 31 anos

ALA-ARMADORES

Bradley Beal – Washington Wizards – 27 anos

Devin Booker – Phoenix Suns – 24 anos

Zach LaVine – Chicago Bulls – 26 anos

ALAS

Kevin Durant – Brooklyn Nets – 32 anos

Khris Middleton – Milwaukee Bucks – 29 anos

Jerami Grant – Detroit Pistons – 27 anos

ALAS-PIVÔS

Draymond Green – Golden State Warriors – 31 anos

Jayson Tatum – Boston Celtics – 23 anos

PIVÔS

Bam Adebayo – Miami Heat – 23 anos

Kevin Love – Cleveland Cavaliers – 32 anos

GRANDES NOMES DE FORA

Outros grandes nomes como James Harden e Chris Paul não estarem nessa lista é uma surpresa. Contudo, ambos os atletas não poderão jogar devido lesões. Harden ficará fora para se recuperar de uma lesão no tendão. Já Paul, está se recuperando de um teste positivo para COVID-19. Dessa forma, a seleção americana também contará com as ausências de Stephen Curry e LeBron James, ambos usarão as férias para descansar após uma exaustiva temporada.

KEVIN DURANT NA LIDERANÇA

Sem LeBron James, o grande astro comandante da seleção dos Estados Unidos passa a ser Kevin Durant. Apesar de estar voltando de uma grave lesão no tendão de aquiles, o ala foi o principal nome do Brooklyn Nets durante toda a temporada. Com médias de 26.9 pontos, 7.1 rebotes e 5.6 assistências por jogo. Fez uma incrível partida de 48 pontos contra o Milwaukee Bucks, após estar em quadra por 53 minutos (todos os minutos da partida, incluindo a prorrogação).

DEFESA DA MEDALHA DE OURO

Os Estados Unidos são os atuais medalhistas de ouro da competição, tendo vencido a Sérvia no Rio, em 2016. Além disso, são os maiores vencedores do torneio, com 15 medalhas de ouro no basquete masculino. Venceu também seis das últimas sete edições das olimpíadas, mas em Atenas, no ano de 2004, sofreu uma derrota inesperada. A geração de ouro da Argentina, que possuia o trio Manu Ginobli, Luis Scola e Andrés Nocioni, bateu a seleção de Allen Iverson, Tim Duncan e LeBron James pelo placar 89 x 81 na semifinal.

Foto destaque: Reprodução / Shannon Stapleton / Reuters