Com grande atuação de Neymar, Brasil goleia o Peru

Seleções voltam a se enfrentar na Copa América, desde a final em 2019 vencida pela Seleção Brasileira

Guilherme Lopes
Estudante de Jornalismo, apaixonado pelas estatísticas do bom jogo. Vivo e penso sobre futebol o dia todo.

Crédito: Divulgação: Lucas Figueiredo/CBF

Na noite dessa quinta-feira (17), o Brasil goleou o Peru por 4×0 em partida válida pela segunda rodada da Copa América. Com grande atuação de Neymar, a Seleção segue 100% no torneio.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Agora os comandados por Tite, só entram em campo na próxima quarta-feira (23), diante da Colômbia, em caso de vitória o Brasil pode assegurar sua vaga na próxima fase da competição.

Primeiro Tempo

Tite inovou na formação, utilizando quatro atacantes, deixando Neymar com mais liberdade para jogar em campo.

A princípio o jogo começou em ritmo lento com muitos passes sem objetividade, aos dez minutos após boa troca de passes entre Everton e Fred, o volante finalizou pra fora, no primeiro chute brasileiro da partida.

Logo depois, após troca de passes de Alex Sandro com Neymar, Cebolinha foi acionado na esquerda fazendo um cruzamento, a zaga peruana rebateu, e a bola sobrou para Gabriel Jesus cruzar rasteiro na direita, Alex Sandro entrando na área abriu o placar para o Brasil.

Mesmo com o gol, a partida continuou de forma indolente, sem muita criatividade dos dois lados. O Peru seguiu com uma marcação forte no craque, Neymar, sendo “caçado” durante todo o primeiro tempo.

Aos 44 minutos, novamente Neymar partindo do meio-campo e limpando os defensores peruanos, tocou para Alex Sandro que finalizou com perigo no gol adversário.

Segundo tempo

Já na volta do intervalo, Tite tirou os atacantes Gabigol e Éverton Cebolinha, para a entrada de Richarlison e Éverton Ribeiro, deixando o Gabriel Jesus de forma mais centraliza, todavia, sem mudar o estilo de jogo da Seleção.

Novamente a partida lembrava o ritmo do primeiro tempo, até que aos 59 minutos do primeiro tempo, o lateral peruano, Tapia, disputou a bola dentro da área com Neymar que acabou caindo, o juiz argentino marcou uma penalidade, contudo, após revisão no VAR voltou atrás da sua decisão.

Depois de bom passe de Fred para Neymar, o atacante deu um giro na meia lua e bateu sem chances para Gallese, chegando ao seu quarto gol nos últimos quatro jogos.

Nos 78 minutos do segundo tempo, o Peru teve a sua melhor chance para diminuir o placar, depois de uma jogada aérea, a bola sobrou nos pés de Valera frente ao goleiro Ederson, contudo, o atacante desperdiçou.

Com a Seleção tomando conta da partida, aos 89 minutos do segundo tempo, Neymar em mais uma jogada partindo de dentro tocou para Richarlison na esquerda, o atacante cruzou para Everton Ribeiro marcar o terceiro gol da equipe.

Quando tudo caminhava para um 3×0, novamente boa troca de passes do Brasil, com Neymar dando um passe nas costas dos defensores peruanos para Firmino que finalizou em cima do goleiro, no rebote, Richarlison fechou o placar.

Esquema tático

Como já dito anteriormente, o Brasil entrou com um 4-2-4, que sem a bola as vezes se tornava um 4-2-2-2. Com Gabigol e Neymar atuando mais centralizados, o craque tinha mais liberdade para flutuar durante a partida. Por outro lado, Gabriel Jesus e Éverton entraram jogando mais abertos, o atacante do Manchester City teve mais dificuldades na direita já que Danilo pouco apoiou na primeira parte.

Defesa

Mais uma atuação sólida da Seleção que pouco sofreu com o ataque peruano. A equipe comandada por Tite chega a sua sexta partida consecutiva sem levar gols.

Neymar

Mais uma grande atuação do craque brasileiro, marcou o segundo gol e ainda participou de todos os outros três gols. Praticamente todas as jogadas ofensivas da Seleção passaram pelos pés do craque, mesmo com a forte marcação peruana. Neymar agora chega a 68 gols na Seleção.

FICHA TÉCNICA

Copa América – 2ª rodada – Grupo A

Brasil 4 x 0 Peru
Data e horário: 17/06/2021, às 21h00 (de Brasília)
Local: Estádio Nilton Santos – RJ
Árbitro: Patrício Loustau (ARG)
Assistentes: Gabriel Chade (ARG) e Ezequiel Brailovski (ARG)
Quarto árbitro: Facundo Telo (ARG)
VAR: Mauro Vigliano (ARG)

Escalações

Brasil: Ederson; Danilo (Emerson), Éder Militão, Thiago Silva e Alex Sandro (Renan Lodi); Fabinho e Fred; Éverton (Everton Ribeiro), Neymar, Gabigol (Richarlison) e Gabriel Jesus (Firmino). Técnico: Tite
Peru: Gallese; Corzo, Ramos, Abram e López; Yotun (Arias), Tapia, Cueva (Távara), Peña (Iberico) e André Carrillo; Lapadula (Valera). Técnico: Ricardo Gareca

Gols:

Brasil – Alex Sandro (11′ primeiro tempo), Neymar (67′ segundo tempo), Éverton Ribeiro (89´segundo tempo) e Richarlison (93´segundo tempo)

Cartões Amarelos:

Brasil – Gabriel Jesus (59′ primeiro tempo)

Peru – Ramos (23´ primeiro tempo), Yotún (43´ primeiro tempo) e Távara (82´segundo tempo)

LEIA MAIS

Copa América: 10 jovens jogadores para ficar de olho

Tite ultrapassa Felipão e Telê Santana como técnico que mais comandou o Brasil