Saviola, Kaká e mais: Alguns fracassos de transferência do Real Madrid

Vamos relembrar alguns fracassos de transferências do Real Madrid

João Gabriel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Twitter

É normal que em qualquer clube tenham algumas transferências que não façam tanto sucesso quanto outras. E em um clube como Real Madrid não é diferente.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Por isso, hoje vamos ver alguns dos casos dos maiores fracassos de transferência do Real Madrid. Só lembrando que aqui estamos falando de grandes jogadores que apenas tiveram uma passagem apagada pelo Real.

Os maiores fracassos de transferência do Real Madrid

Sávio

Nos anos 90 o “Anjo Loiro” brilhou no Flamengo, tendo como principal feito ter deixado o Ronaldo Fenômeno no banco de reservas nas olimpíadas de 1996. Em 1997 Sávio foi contratado por um valor em torno de 4 milhões de Euros. Um valor bem significativo naquele momento.

Entretanto, Sávio sempre foi um jogador muito conhecido por sofrer muitas faltas. E no Real ele sofreu muito com as lesões, que fez com que ele atuasse muito pouco e ficasse no banco de reservas a maior parte do tempo.

Embora tenha boas atuações, e ajudado nas campanhas em uma das fases mais vitoriosas do Real. Ele rendeu bem aquém do esperado, fazendo com que ele fosse um dos fracassos de transferências do Real Madrid.

Kaká

Um caso bem semelhante ao de Sávio foi Kaká, quando foi contratado pelo Real em 2009, o brasileiro era o quarto melhor jogador do mundo, e havia ganhado a bola de ouro no ano anterior. Com isso muito se esperava da dupla Kaká e CR7, mas enquanto Cristiano Ronaldo voou Kaká sofreu com as lesões. E acabou não compensando o valor de 65 milhões de Euros investidos na sua contratação.

A passagem do Kaká pelo Real Madrid foi muito marcada pelas suas lesões, sendo a primeira no quadril a responsável por fazer com que ele não rendesse o esperado. No seu primeiro ano foi uma lesão no quadril, antes da Copa de 2010 uma lesão no adutor, pós copa uma operação no joelho.

Isso tudo fez com que Kaká não conseguisse ter o brilho que havia apresentado no Milan. Sendo com certeza até o momento um dos maiores fracassos de transferência do Real Madrid.

Antonio Cassano

Antonio Cassano quando foi contratado era tido por muitos como um dos postulantes a ser o melhor jogador do mundo. Algo que pode em tese ser comprovado pelo contrato assinado com o Real de 6 anos, algo bem pouco comum no futebol.

Entretanto, um misto de problemas de adaptação e problemas físicos fizeram com que o Atacante não rendesse o esperado. Dos seis anos de contrato, ele permaneceu apenas 18 meses, sem grande brilho.

A passagem do Cassano se resume em 29 jogos e apenas 5 gols. Para um dos jogadores que estavam com tudo na época ele passou bem longe.

Robinho

Não é uma unanimidade, pois ele chegou a ter um bom começo no Real, embora nos anos seguintes sua passagem foi bem apagada. Mas em 2005 quando se transferiu para o Real Madrid muitos o viam como um substituto de Ronaldo no Merengue.

Entretanto, devido a brigas e problemas internos, Robinho não rendeu o que foi esperado. Mas ainda sim teve uma passagem bem aquém do esperado. Em três temporadas foram 101 jogos e 25 gols.

Saviola

Saviola foi mais um caso de um ídolo do Barcelona que foram parar no Real Madrid. Mas, ao contrário de Ronaldo ou Figo, Saviola não teve tanto êxito no clube Merengue.

O argentino que apesar de bom começo no final de sua passagem pelo Barça, já havia sido emprestado para o Mônaco e para o Sevilha. Assim em 2007 ele chegou ao Real, e por lá ele também não foi muito querido. E não cumpriu o que se esperava dele.

Pelo Merengue foram poucas partidas, sendo banco na maioria das vezes, e bastante hostilizado pela torcida. Sendo mais um dos fracassos de transferências do Real Madrid. Ao menos ele chegou como passe livre.