Atlético-MG chega a mais de 55 mil camisas vendidas do Manto da Massa

Vendas das camisas superam os primeiros dias do ano anterior

Guilherme Lopes
Estudante de Jornalismo, apaixonado pelas estatísticas do bom jogo. Vivo e penso sobre futebol o dia todo.

Crédito: Divulgação/Atlético

O Atlético Mineiro, divulgou nessa quinta-feira (15) uma nova parcial de venda da sua camisa especial. Em dois dias, os números já ultrapassaram os 55 mil vendidos. Lembrando que a princípio só os sócios podem adquirir a camisa.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

“Manto da Massa” como é chamado, acabou escolhido através de uma votação popular, do mesmo modo que o Bahia e Fortaleza fazem com seus uniformes. Com um desenho inspirado em Minas Gerais, o vencedor foi o atleticano Lucas Adriano de Sousa que recebeu aproximadamente 14 mil votos dos 57 mil totais. Além de seu desenho se tornar uma camisa real, o vencedor ainda leva o novo manto, um ano de GNV (programa do sócio torcedor), além da premiação em dinheiro de R$ 13 mil.

A camisa vem com uma “Smart Tag”, um tipo de chip junto à etiqueta, deixando o manto único e contrastando sua originalidade. Em seguida ao escanear o chip com o leitor de NFC do smartphone, o torcedor vai ter acesso aos conteúdos exclusivos do clube.

Primeiramente quem é sócio torcedor, pode comprar a camisa de forma antecipada, além de custar um valor inferior até a data de lançamento para todos os torcedores. Nesse meio tempo, o Atlético Mineiro já arrecadou cerca de R$ 11 milhões brutos, só com as vendas nos dois primeiros dias.

Em 2020, o clube vendeu cerca de 110 mil peças quando também criou uma votação popular para definir o “Manto da Massa”. Agora com apenas dois dias, o novo manto parece fazer mais sucesso, chegando a metade das camisas vendidas em comparação ao ano passado.

LEIA MAIS

Mercado da Bola: Atlético-MG mira atacante que era alvo do Palmeiras

António Oliveira x Vojvoda: conheça as sensações desse começo do Brasileirão 2021