Comentarista chama Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, de ‘carente’: “Achei que fosse o aniversário dele ontem”

Clube Alviverde se classificou para a próxima fase da Libertadores 

Beatriz Paparazo
Jornalista formada pela Anhembi Morumbi em 2018 e Editora no Torcedores.com desde maio de 2019 Contato: beatriz.araujo@navve.com

Crédito: (Photo by Pool/Getty Images)

Hoje, 22, durante o programa Jogo Aberto, da Band, os comentaristas opinaram sobre como foi a partida do Palmeiras na Copa Libertadores e, principalmente, sobre a coletiva pós-jogo do técnico português Abel Ferreira. 

Logo na primeira pergunta, o treinador do clube paulista reclamou: “Eu pensei que ia ter parabéns pela classificação. Para mim não há tabus. E apesar da história ser contra, temos tentando mudar a história no Palmeiras”, desabafou o comandante. 

Classificado, o Alviverde vai enfrentar o São Paulo na próxima fase da competição. Questionado sobre o confronto, Abel respondeu: “Ninguém perguntou, mas tenho que dar os parabéns pela exibição do Palmeiras. Deveríamos falar mais do jogo. Vocês me criticam, e bem, quando faço asneiras, mas eu pergunto: alguém viu o jogo de hoje? Jogo sério, seguro e eficaz”, elogiando a equipe. 

Após exibir as imagens da coletiva, Renata Fan elogiou a atuação do Palmeiras: “Calma, Abel! Eu te dou os parabéns! Esse jogo era pra ter sido mais muito mais que 1 a 0, de verdade, esse jogo, até acertei o placar, mas era para ter sido uma goleada do Palmeiras, uns quatro, cinco a zero, tranquilamente. O goleiro tava iluminado, a trave também tava iluminada, foram inimigos contra o Palmeiras. Fora isso, um jogo bem consistente, dominado” opinou a apresentadora do Jogo Aberto.

O repórter João Paulo Cappellanes também comentou sobre o jogo: “O nível de atuação do Palmeiras ontem, jogou demais! Talvez era pra ter sido até mais do que quatro ou cinco. Porque as oportunidades que o Palmeiras teve, que foram criadas pelo próprio Palmeiras, o nível de intensidade não só no primeiro, mas no segundo tempo impressionante”, relatou sobre a partida. 

O Jornalista também falou sobre o comandante do Palmeiras: “Agora Abel Ferreira, a gente já se acostumou aqui a criticar aqui por ser mimizento, porque ele vai nas coletivas, mas de fato ele tem razão, mas ele também ta carente! Porque ele quer receber os parabéns assim, eu fiquei com dúvida, achei que fosse o aniversário dele ontem”, completou sobre a fala do técnico na coletiva.

“Entrevista coletiva também não é o momento para parabenizar alguém, elogiar alguém ou criticar, o cara vai, faz a pergunta e o cara responde”, explicou Cappellanes. Ainda sobre o assunto, Denílson, comentarista do Jogo Aberto, concordou com o colega: “Você não erra”.

O narrador Ulisses Costas também falou sobre: “Tem pessoas que é o seguinte, dependendo de quem tá lá como treinador ‘aí parabéns pela conquista da classificação’ o Abel não, todo mundo é só – fazendo gesto de ‘porrada’ – não sei se porque é estrangeiro, ou o que que é só pancada no cara. O cara ganha, toma pancada, o cara perde, toma pancada, então o negócio é o seguinte: Parabéns, Abel! O time do Palmeiras jogou um futebol fino”, finalizou.

A discussão rendeu durante o programa e, depois de todos argumentarem, Cappellanes comentou: “Depois do que você falou, eu consegui entender esse lado, eu consegui me colocar no lugar do Abel. O cara depois de ter recebido tanta pancada, campeão, ele viveu até uma expectativa, lembra a entrevista que ele deu ‘eu tô esperando ser demitido’ então assim, criou-se uma expectativa em cima dele que ele não teria uma continuidade. O Palmeiras pra mim, a gente já cansou de criticar, mas tem que ser justo, a gente tem que elogiar o nível de atuação Palmeiras”, concluiu.

Leia mais:

Foi ou não foi pênalti para o Palmeiras na Libertadores? Comentaristas do Jogo Aberto opinam
Com Palmeiras no topo, clubes paulistas lideram receita de televisão em 2020; veja o ranking
Dudu é o segundo jogador que mais atuou e mais venceu pelo Palmeiras no século