Cruzeiro: Presidente é alvo de pedido de impeachment por ‘atos irracionais’; dirigente responde

Grupo de conselheiros da Raposa entrou pedindo o impedimento do mandatário, que afirmou que estaria ‘peça de comédia’

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Site Oficial do Cruzeiro

Os bastidores do Cruzeiro voltam a ficar bastante acirrados. Tudo por causa de um pedido de impeachment do presidente Sérgio Santos Rodrigues protocolado nesta semana junto ao Conselho Deliberativo do clube, de acordo com o GE.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

O grupo, composto por cerca de 110 conselheiros e associados da Raposa, enviou o requerimento pedindo o afastamento do mandatário cruzeirense por ‘atos irracionais’ cometidos por este, No caso, tais atos seriam questões com patrocinadores, dirigentes, apoiadores, atletas e funcionários, que teriam levado a se afastar destes e também se afastando dos torcedores.

O processo cita as dívidas e punições que o clube passa na Fifa, atualmente proibido de contatar jogadores por causa de um débito com o Defensor Sporting na compra de Arrascaeta e ainda mais processos que devem gerar o prolongamento de tal ‘transfer ban’ junto à Fifa. No passado, uma dívida referente ao atacante Willian com o Zorya Luhansk, da Ucrânia, também gerou punição e até tentativa de acordo, este sem sucesso,

A demissão de Felipe Conceição também é citada no pedido,  muito pela polêmica envolvendo a posição do clube, que afirmou que houve ‘comum acordo’ na rescisão de contrato com o técnico, que negou-se a assinar o termo de encerramento do contrato por não concordar com tal condição. Além do fato que a contestação de Conceição, que alega ter sido demitido por Rodrigues, poderia gerar problemas pelas atuais regras de restrição de contratação de técnicos no Campeonato Brasileiro. A contratação de Mozart, atual treinador, também mereceu menção na peça, citando ‘imaturidade do dirigente’.

Outros casos também aparecem mencionados, como o caso do corte de luz na Toca da Raposa, ocorrido recentemente, os diversos casos de atrasos de salários, a contratação de Rodrigo Pastana para dirigir o futebol e a investigação sobre uma possível influência no inquérito contra ex-dirigentes do clube além de várias causas as quais o grupo alega que o presidente cruzeirense tem de ser afastado segundo os autores do pedido, que já está em mãos do Conselho do clube, mas tem poucas chances de seguir em frente.

“Peça de comédia”, rebate presidente do Cruzeiro

O pedido de impeachment foi respondido por Sérgio Santos Rodrigues em entrevista à 98FM, afirmando que o requerimento não passaria de ‘peça de comédia’ e debochando da forma como isto se deu.

“Em relação ao pedido, sinceramente, é uma peça de comédia e não jurídica. Para não dizer outra palavra, além da má intenção e de querer tumultuar, não foi feito de forma inteligente”, disse Rodrigues

LEIA MAIS

Após negativas de Dorival, Lisca e Luxemburgo, ex-técnico do Cruzeiro vira opção para comandar o Botafogo