Dirigente do Corinthians abre o jogo sobre possível interesse em atacante do Palmeiras

O atacante perdeu espaço no Palmeiras e vem sendo especulado em outros clubes brasileiros

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O Corinthians resolveu ir ao mercado e contratou Giuliano, mas o clube não parece que não parou por aí, Roger Guedes e Renato Augusto seguem na mira do Timão. Mas, nos últimos dias, outro atacante passou a ser especulado no clube paulista. Se trata de Luiz Adriano, do Palmeiras.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Ao ser questionado sobre a possibilidade, Jorge Nicola, entrou em contato com um dirigente do Corinthians. O executivo negou ter tido contato com o jogador do time rival. Ainda de acordo com ele, o nome do atacante nunca foi pautado no Timão.

Luiz Adriano, que foi o principal atacante do Palmeiras na temporada passada, perdeu espaço no time e viu Deyverson retornar e ganhar moral com Abel Ferreira.

Com a situação de Luiz Adriano no Palmeiras, alguns clubes sondaram o atacante, entre eles, o Grêmio. Mas, segundo o ge, o Verdão não pretende liberar o atacante para o Tricolor Gaúcho.

Além do Grêmio, o atacante também desperta o interesse de outros clubes da Séria A, segundo Nicola, o jogador também agrada ao Internacional e o São Paulo. Mas, os dois clubes esbarram nos altos valores do jogador, que recebe cerca de R$1 milhão no clube paulista.

Outro fato que impossibilita a saída de Luiz Adriano para um time brasileiro é que o Palmeiras não gostaria de ‘reforçar’ um rival.

Aos 34 anos, o jogador tem contrato com o Palmeiras até junho de 2023. Revelado pelo Internacional, Luiz Adriano teve uma boa passagem pelo futebol europeu antes de vestir a camisa do Palmeiras. Por lá, ele defendeu as cores do Milan, Shakhtar e Spartak Moscou.

LEIA MAIS:

Filho de Ronaldo revela porque não pensou em se tornar jogado

Alvo de brasileiros, Paulinho recusa proposta de clube europeu

Destaque do Brasileirão, Matheus Peixoto revela sondagens do Brasil e do exterior

São Paulo estuda vender mais jogadores para bater meta de 2021