Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Fórmula 1: Grande Prêmio da Austrália é cancelado devido a pandemia do COVID-19

O tradicional GP da Austrália, de Fórmula 1, aconteceria originalmente no dia 21 de março, foi transferida para 21 de novembro e, agora, está fora do calendário de 2021

Danilo Lacalle
Jornalista de formação, e atleta por opção. Especialista em esportes americanos e apaixonado por esportes radicais.

Crédito: Clive Mason / Getty Images

Sem um acordo em relação aos protocolos durante a pandemia Covid-19 na Austrália, o Grande Prêmio de Fórmula 1 foi cancelado e ficou de fora do calendário de provas, de 2021. Os organizadores locais e a F1 não conseguiram chegar a um acordo sobre as diretrizes de viagem e quarentena no país, que foi muito rígido durante a pandemia.

O anúncio foi realizado pela organização do evento na madrugada de terça-feira, 6 de julho. Além da F1, a etapa australiana de Moto GP também foi cancelada.

Mudança de planos no Grande Prêmio

A corrida, originalmente, aconteceria no dia 21 de março e mudou para 21 de novembro. Mas, mesmo a com prorrogação de calendário, não existiu um acordo entre a organização do evento e a F1.

“É muito decepcionante que esses eventos tão queridos não possam continuar, mas esta é a realidade da pandemia. Até que tenhamos uma alta taxa de vacinação, não podemos retornar aos padrões mais normais”, disse o Ministro dos Esportes, Martin Pakula.

Pakula, ainda, explicou por que a corrida foi cancelada, em entrevista concedida para a Associated Press:

“Ainda faltam alguns meses, mas eles precisam planejar. Dados os números nacionais de vacinação, com duas doses, muito baixos, não estamos em posição de sediar o evento da F1 e dar os tipos de garantias e conforto de que precisam. ”

Fórmula 1 entendeu o posicionamento da Austrália

O presidente da Australian Grand Prix Corporation, Paul Little, disse em comunicado oficial que está “profundamente desapontado”. Mas concluiu que entende os desafios da Austrália com as atuais restrições de viagens internacionais e com o progresso da vacinação no país.

O presidente-executivo da Fórmula 1, Stefano Domenicali, acredita que a F1 poderá retornar a Melboune em abril de 2022. A Austrália é um dos países que melhor controlaram a Covid-19. Com apenas 30 mil pessoas infectadas desde o início da pandemia, eles têm mantido um protocolo rigoroso, mantendo em quarentena de 14 dias cada visitante internacional.

 

LEIA MAIS

6 jogadores da NBA que poderiam ter brilhado na NFL

NFL: Wide Receivers mais produtivos dos últimos 5 anos