Lewis Hamilton defende trio inglês que perdeu pênaltis contra a Itália de ataques raciais: “Fracasso duplo quando combinado com o abuso racista”

Marcus Rashford, Jadon Sancho e Bukayo Saka perderam as penalidades em Itália x Inglaterra que tiraram o título do English Team; Lewis Hamilton falou

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: Twitter/Reprodução

A final da Eurocopa 2020, realizada no último domingo (11), viu a Itália vencer a Inglaterra nos pênaltis. Três atletas afrodescendentes erraram as penalidades: Marcus Rashford, Jadon Sancho e Bukayo Saka. Logo após a peleja, o trio começou a sofrer insultos racistas. Heptacampeão mundial de Fórmula 1 e também afrodescendente, Lewis Hamilton defendeu os atletas em uma postagem na rede social.

No texto, ele falou sobre aceitação de minorias. “O comportamento nojento de poucos mostra quanto trabalho ainda precisa ser feito. Espero que isso abra uma conversa sobre aceitação. Devemos trabalhar em prol de uma sociedade que não exija que os jogadores negros provem seu valor ou posição na sociedade apenas por meio da vitória. Todos na seleção da Inglaterra deveriam estar muito orgulhosos de suas conquistas e de como nos representaram. Estar na final e com uma equipe tão diversa é uma grande conquista da qual todos devemos estar orgulhosos, mas como os jogadores se prepararam para marcar os pênaltis, fiquei preocupado. A pressão para entregar é sentida por todos os desportistas, mas quando você é uma minoria representando seu país, esta é uma experiência em camadas”, comentou Lewis Hamilton.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Em outro momento, a pressão de toda a situação foi relembrado pelo automobilista. “O sucesso pareceria uma vitória dupla, mas uma falha parece um fracasso duplo quando combinado com o abuso racista. Eu queria tanto aquela vitória como todos vocês, mas para mim foi muito mais do que ganhar os euros, foi um quadro muito maior”, finalizou Lewis Hamilton

Confira a postagem original do piloto:

LEIA MAIS
Nomes ligados ao automobilismo e fãs de corridas lamentam morte de Niki Lauda no Twitter
25 anos depois, relembre números e recordes de Ayrton Senna na Fórmula 1
Ricciardo dá ré, bate em outro piloto e abandona GP do Azerbaijão; imagem viraliza no Twitter