Marta atinge marcas históricas nas Olimpíadas e brinca com Andressa Alves: “Aqui não tem vaidade”

Camisa 10 da seleção brasileira marcou duas vezes na vitória contra a China e iniciou bem os Jogos Olímpicos

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Sam Robles/CBF

O Brasil começou com o pé direito nas Olimpíadas de Tóquio 2020. No início da manhã desta quarta-feira (21), a seleção feminina de futebol goleou a China por 5 a 0 em grande partida da meia-atacante Marta.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Com dois gols marcados, a camisa 10 da equipe comanda por Pia Sundhage atingiu duas marcas importantes. Marta agora é a segunda maior artilheira dos Jogos Olímpicos com 12 gols, ficando apenas dois tentos atrás da líder Cristiane.

Além disso, a seis vezes melhor jogadora do mundo atingiu um patamar único após marcar em Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012, Rio 2016 e Tóquio 2020. Ou seja, em cinco edições diferentes de Olimpíadas.

Marta ainda poderia atingir números maiores. A capitã da seleção brasileira deixou Andressa Alves cobrar um pênalti que poderia ser o terceiro gol da meia na partida. Na saída de campo, a camisa 10 justificou e brincou com a companheira.

“Senti que ela queria muito e era um momento especial pra ela. Aqui não tem vaidade! Tem uma equipe que vai trabalhar do começo ao fim. Feliz pelo gol! Se tivesse perdido, aí o bicho ia pegar (risos)”, brincou Marta, em entrevista à TV Globo.

Veja como saíram os gols da estreia do Brasil nas Olimpíadas

O Brasil abriu o placar aos 8 minutos de primeiro tempo após bola sobrar na área para Marta. Na sequência, Debinha aproveitou rebote dentro da área para ampliar aos 21 minutos da etapa inicial.

Camisa 10 da seleção brasileira, Marta brilhou novamente na metade do segundo tempo e fez o terceiro da partida. A seis vezes melhora jogadora do mundo agora também é a segunda maior artilheiro dos Jogos Olímpicos, ficando dois gols atrás de Cristiane.

Andressa Alves entrou na segunda etapa e ajudou a carimbar a vitória do Brasil na estreia das Olimpíadas. A atacante sofreu um pênalti e, após receber apoio de Marta na cobrança, converteu o quarto gol da seleção.

Para finalizar a partida, a atacante Beatriz Zaneratto aproveitou chance dentro da área e  também fez o dela contra a China. Jogadora do Palmeiras no início do Brasileirão, a atleta teve grande destaque na estreia e muitos torcedores alviverdes pediram a compra em definitivo para a sequência da temporada.

Quando será o próximo jogo da Seleção nos Jogos Olímpicos?

Após vencer a China por 5 a 0 na estreia, a seleção brasileira volta aos gramados no dia 24 de julho, domingo. A equipe adversária será a seleção da Holanda, às 8h, pelo Grupo F dos Jogos Olímpicos.